Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2412
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Uma experiência na refatoração e no teste de software orientado a aspectos
metadata.dc.creator: ROSA, Renan Thiago da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: REIS, Rodrigo Quites
Issue Date: 9-Jul-2018
Citation: ROSA, Renan Thiago da Silva. Uma experiência na refatoração e no teste de software orientado a aspectos. Orientador: Rodrigo Quites Reis. 2018. 112 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Ciência da Computação) – Faculdade de Computação, Instituto de Ciências Exatas e Naturais, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2412. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A Programação Orientada a Aspectos e um paradigma de desenvolvimento de software fortemente baseado no princípio de separação de responsabilidades. Este paradigma tem como meta melhorar a modularidade e reduzir a complexidade do software por meio de construtores que encapsulam as chamadas preocupações transversais que se espalham e ou se entrelaçam por todo o software. A refatoração orientada a aspectos intenta aumentar a modularidade e reduzir a complexidade do software já existente, reestruturando as preocupações transversais em um construtor chamado aspecto. No entanto, apesar dos benefícios, a adoção deste paradigma pode representar uma fonte potencial de dificuldades em relação a aplicação de técnicas convencionais de teste de software. Neste cenário, o Teste de Mutação, uma técnica de teste amplamente utilizada que tem por base em uma taxonomia criada a partir de falhas recorrentes cometidas por desenvolvedores, torna-se objeto de estudo deste trabalho. Como resultado deste experimento, notouse que o teste de mutação aplicado ao software pos-refatoração e capaz tanto de avaliar o software sob teste, quanto avaliar a efetividade do conjunto de casos de testes.
Abstract: Aspect Oriented Programming is a software development paradigm that is strongly based on the principle of separation of concerns and aims to improve modularity and reduce software complexity by means of constructors that encapsulate so-called crosscutting concerns which are scattered over several modules and/or tangled with other concern-specific code. Aspect-oriented refactoring aims to increase modularity and reduce the complexity of existing software by restructuring the crosscutting concerns into a constructor called aspect. However, in spite of the benefits, the adoption of this paradigm may represent a potential source of difficulties in relation to the execution of conventional software testing techniques. In this scenario, the Mutation Testing, a widely used test technique that is based on a taxonomy created from recurrent faults committed by developers, becomes the object of study of this work. As a result of this experiment, it was noticed that the mutation test applied to post-refactoring software is capable of both evaluate the software under test and evaluate the effectiveness of the set of test cases.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA DA COMPUTACAO::METODOLOGIA E TECNICAS DA COMPUTACAO::ENGENHARIA DE SOFTWARE
Keywords: Engenharia de software
Programacão orientada a aspectos
Refatoracão
Teste de software
Teste de mutacão
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Computação - FC/ICEN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ExperienciaRefatoracaoTeste.pdf1,49 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons