Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2354
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise da resistência à corrosão por pites em aços inoxidáveis lean duplex SAF 2304 e super duplex SAF 2507 soldados em diferentes condições pelo processo GTAW
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Raillan de Lucas Arruda de
metadata.dc.contributor.advisor1: GARCIA, Douglas Neves
metadata.dc.contributor.advisor-co1: FONTES, Carlos Henrique Menezes
Issue Date: 5-Jun-2019
Citation: OLIVEIRA, Raillan de Lucas Arruda de. Análise da resistência à corrosão por pites em aços inoxidáveis lean duplex SAF 2304 e super duplex SAF 2507 soldados em diferentes condições pelo processo GTAW. Orientador: Douglas Neves Garcia; Coorientador: Carlos Henrique Menezes Fontes. 2019. 75 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Mecânica) – Campus Universitário de Tucuruí, Universidade Federal do Pará, Tucuruí, 2019. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2354. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Ambientes agressivos como os das indústrias petroquímica, química e papel e celulose, demandam por materiais com elevadas resistências mecânica e à corrosão. Os aços inoxidáveis duplex (AID) têm como principal característica a microestrutura bifásica, constituída por ferrita e austenita com proporções volumétricas similares, combinando alta resistência mecânica da ferrita e alta resistência à corrosão da austenita. Entretanto, na maioria das aplicações industriais dos AID são utilizados processos de soldagem na fabricação ou manutenção, onde o aquecimento localizado pode causar um desbalanceamento de fases afetando a resistência à corrosão do Metal de Solda (MS) e Zona Termicamente Afetada (ZTA). Este trabalho objetiva analisar a resistência à corrosão por pites, de acordo com o método A da norma ASTM G48, dos aços inoxidáveis lean duplex SAF 2304 e super duplex SAF 2507 soldados em diferentes condições de soldagem pelo processo GTAW (Gas Tungsten Arc Welding), considerando a adição de 2,25% de N2 no gás de proteção argônio, soldagem autógena e com metal de adição com alto teor de níquel e a influência do reaquecimento do primeiro passe, mantendo o aporte térmico constante de 1 kJ/mm. Foi analisado por microscopia ótica as diferentes microestruturas do MS e ZTA. Para todas as condições de soldagem observou-se uma redução da fração volumétrica da austenita no MS e ZTA em relação ao Metal de Base (MB). Com a sobreposição de passes, assim como a adição de nitrogênio no gás de proteção, detectou-se o aumento da fração volumétrica de austenita no MS e na ZTA. O aço inoxidável SAF 2507 soldado com adição de N2 no gás de proteção argônio e dois passes apresentou maior resistência à corrosão por pites em relação as demais condições de soldagem analisadas, resistindo até a temperatura de 50 ± 2 °C. O aço inoxidável SAF 2304, em todas as condições de soldagem, se limitou a temperatura ambiente de 23 ± 2 °C para o ensaio.
Abstract: Aggressive environments such as petrochemical, chemical, and pulp and paper industries, demand for materials with high mechanical and corrosion resistance. The dual-phase microstructure is the main characteristic of duplex stainless steels (DSS), composed of ferrite and austenite with similar volumetric proportions, combining the high mechanical strength of ferrite and the high corrosion resistance of austenite. However, in most industrial applications of DSS welding processes are used in manufacturing or maintenance, where localized heating can cause phase unbalance and affect the corrosion resistance of Weld Metal (WM) and Heat Affected Zone (HAZ). This research aims to analyze the resistance to pitting corrosion, according to method A of ASTM G48, of lean duplex SAF 2304 and super duplex SAF 2507 stainless steels welded under different welding conditions by GTAW (Gas Tungsten Arc Welding) process, considering the addition of 2.25% of N2 in the argon shield gas, autogenous welding and with high nickel addition metal and the influence of reheat of the first pass, keeping the heat input constant of 1 kJ/mm. The microstructures of WM and HAZ were analyzed by optical microscopy. For all welding conditions, a reduction of the volumetric fraction of the austenite in the WM and HAZ was observed in relation to the Base Metal (BM). With the overlap of passes, as well as the addition of nitrogen in the shield gas, the volumetric fraction of austenite in the WM and in the HAZ increased. The SAF 2507 stainless steel welded with addition of N2 in the argon shield gas and two passes presented higher resistance to pitting corrosion when compared to the other welding conditions analyzed, resisting up to 50 ± 2 ° C. The SAF 2304 stainless steel, under all welding conditions, was limited to ambient temperature of 23 ± 2 ° C for the test.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA
Keywords: Aço - Corrosão
Aço inoxidável
Soldagem elétrica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Engenharia Mecânica - FEM/CAMTUC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseResistenciaCorrosao.pdf4,56 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons