Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2318
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação - Artigo
Title: Etnobotânica das plantas medicinais com potencial anti-inflamatório usadas pelos moradores da comunidade ilha Trambioca, Barcarena, Pará
metadata.dc.creator: CONCEIÇÃO, Suzete Fonseca
metadata.dc.contributor.advisor1: SOUSA, Ronaldo Lopes de
Issue Date: 28-Jun-2019
Citation: CONCEIÇÃO, Suzete Fonseca. Etnobotânica das plantas medicinais com potencial anti-inflamatório usadas pelos moradores da comunidade ilha Trambioca, Barcarena, Pará. Orientador: Ronaldo Lopes de Sousa. 2019. 54 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação do Campo – Habilitação em Ciências Naturais) – Faculdade de Formação e Desenvolvimento do Campo, Campus Universitário de Abaetetuba, Universidade Federal do Pará, Abaetetuba, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2318. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A flora brasileira possui grande riqueza de plantas medicinais e que representam uma fonte notável de princípios bioativos usados no cuidado da saúde e prevenção de afecções humanas. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi realizar um levantamento etnobotânico das plantas medicinais com potencial anti-inflamatório utilizadas pelos moradores da ilha Trambioca, Barcarena, Pará. Os colaboradores foram selecionados por uma abordagem não probabilística “bola de neve” e para coleta dos dados foi aplicado um questionário semi-estruturado. Foram identificadas 66 etnoespécies, das quais 51 foram identificadas em nível de espécie, distribuídas entre 36 gêneros e 25 famílias. As famílias mais bem representadas foram Lamiaceae (7 espécies), Euphorbiaceae (4 espécies), Meliaceae (3 espécies), Phyllantaceae (3 espécies), Asteraceae, Bignoniaceae, Rutaceae, Poaceae, Verbenaceae, Zingiberaceae (2 espécies cada). Dentre essas espécies 15% eram usadas para tratar doenças inflamatórias, com base no conhecimento tradicional e adquirido oralmente.
Abstract: The Brazilian flora has a wealth of medicinal plants and represent a remarkable source of bioactive principles used in health care and prevention of human affections. In this context, the objective of this work was to conduct an ethnobotanical survey of the medicinal plants with anti-inflammatory potential used by the residents of Trambioca island, Barcarena, Pará. The collaborators were selected by a non-probabilistic "snowball" approach and data collection a semi-structured questionnaire was applied. A total of 66 ethnoespecies were identified, of which 51 were identified at the species level, distributed among 36 genera and 25 families. The best represented families were Lamiaceae (7 species), Euphorbiaceae (4 species), Meliaceae (3 species), Phyllantaceae (3 species), Asteraceae, Bignoniaceae, Rutaceae, Poaceae, Verbenaceae and Zingiberaceae (2 species each). Among these species 15% were used to treat inflammatory diseases, based on traditional knowledge and acquired orally.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BOTANICA
Keywords: Plantas medicinais
Etnobotânica
Trambioca, Ilha de, (PA)
Medicinal plants
Ethnobotany
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Curso de Educação do Campo - CABAE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EtnobotanicaPlantasMedicinais.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons