Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2246
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Diagnóstico e manejo integrado de pragas (MIP) na coleção de fungos do herbário João Murça Pires (MG)
metadata.dc.creator: SOUZA, Carla Vitória Lobo de
metadata.dc.contributor.advisor1: COSTA, Sue Anne Regina Ferreira da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: SOTÃO, Helen Maria Pontes
Issue Date: 21-Dec-2018
Citation: SOUZA, Carla Vitória Lobo de. Diagnóstico e manejo integrado de pragas (MIP) na coleção de fungos do herbário João Murça Pires (MG). Orientadora: Sue Anne Regina Ferreira da Costa; Coorientadora: Helen Maria Pontes Sotão. 2018. 80 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Museologia) - Faculdade de Artes Visuais, Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2246. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho visa compreender a importância da Conservação Preventiva no combate as pragas para as coleções biológicas no âmbito dos museus de ciência. Como objeto de estudo teve-se a Coleção de fungos do Herbário João Murça Pires (MG), do Museu Paraense Emílio Goeldi, importante referência para Amazônia que por preservar espécimes de composição orgânica que pode se tornar alvo de pragas. Com o intuito de preservá-la mediante sua importância, estabeleceu-se como objetivo principal, assim, o desenvolvimento de uma proposta de Manejo Integrado de Pragas (MIP) para a Coleção, para o alcance do mesmo a metodologia se dividiu em três frentes: a primeira consistiu na análise do espaço e das práticas de conservação utilizadas, a segunda na analise do macroclima (uso do datalogger modelo HT-70) e a terceira na identificação de pragas (a olho nu ou com auxílio de lupa, em parceria com entomólogos). Com os dados obtidos, verificou-se que a manutenção do herbário, na medida do possível, inclui ações que ajudam no combate deste agente biológico como a proibição de alimentos, a regulação da climatização (Temperatura entre 21º a 30º C e UR a 35%), a limpeza (mesmo que de forma superficial) e o uso do envenenamento (por gás fosfina). Todavia devido a outros problemas como a presença de vegetação ao redor e a não vedação de portas, janelas e armários, ainda ocorre a entrada de pragas no acervo, sendo encontrado durante este estudo um total de 25 insetos divididos entre as ordens Blattodea, Coleoptera, Diptera, Ephemeroptera e Hymenoptera. Deste modo, com o intuito de tomar medidas que sejam eficazes no combate as pragas e benéficas tanto para a coleção quanto para os profissionais que nela trabalham (evitando a utilização do gás fosfina, altamente tóxico ao ser humano) propôs-se um Manejo Integrado de Pragas (MIP) com propostas e sugestões contra a entrada e permanência de pragas na coleção. Este estudo ressalta a importância da conservação preventiva em acervos micólogos, garantindo a integridade de espécimes que podem suportar diversos tipos de estudos com contribuições à ciência significantes.
Abstract: This work aims to understand the importance of Preventive Conservation in combating pests in biological collections within the framework of science museums.The object of study was the collection of fungi from Herbarium João Murça Pires (MG), from the Museu Paraense Emílio Goeldi, an important reference for Amazonia that preserves specimens of organic composition that can become a target for pests. In order to preserve it through its importance, the main objective was to develop a proposal for Integrated Pest Management (IPM) for the Collection. In order to achieve this, the methodology was divided into three fronts: the first one consisted in the analysis of the space and conservation practices used, the second in the analysis of the macroclimate (use of the datalogger model HT-70) and the third in the identification of pests (with the aid of a magnifying glass, in partnership with entomologists ). With the obtained data, it was verified that the maintenance of the herbarium, as far as possible, includes actions that help in the fight against this biological agent as the ban of food, the regulation of the climatization (Temperature between 21º to 30º C and RU to 35% ), cleaning (even if superficially) and the use of poisoning (by phosphine gas). However, due to other problems such as the presence of vegetation around and the non-fence of doors, windows and cabinets, there is still possibility the entrance of pests in the collection, being found during this study a total of 25 insects divided between the orders Blattodea, Coleoptera, Diptera, Ephemeroptera and Hymenoptera. Therefore, in order to take measures that are effective in combating pests and beneficial to both the collection and the professionals working in it (avoiding the use of phosphine gas, which is highly toxic to humans), we propose an Integrated Management of Pests (IMP) with proposals and suggestions against the entry and permanence of pests in the collection. This study highlights the importance of preventive conservation in mycological collections, guaranteeing the integrity of specimens that can support several types of studies with significant contributions to science.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::MUSEOLOGIA
Keywords: Conservação preventiva
MIP
Museologia
Museus de Ciência
Coleção de fungos
Preventive conservation
IPM
Museology
Science Museums
Collection of fungi
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Curso de Museologia - FAV/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_DiagnosticoManejoIntegrado.pdf2,32 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons