Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2169
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise de fácies da Formação Barreiras, nas regiões de Apeú-Castanhal e Outeiro-Belém (PA)
metadata.dc.creator: LEMOS, Diego Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: SOARES, Joelson Lima
Issue Date: 2013
Citation: LEMOS, Diego Oliveira. Análise de fácies da Formação Barreiras, nas regiões de Apeú-Castanhal e Outeiro-Belém (PA). Orientador: Joelson Lima Soares. 2013. 86 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Os depósitos da Formação Barreiras, de idade Mioceno, apresentam uma ampla distribuição na costa brasileira. No Estado do Pará algumas das melhores exposições desta unidade encontram-se nas localidades de Vila de Apeú (Castanhal) e ilha de Outeiro (Belém). Nestes locais foram realizados estudos faciológicos e a correlação estratigráfica entre os afloramentos da Formação Barreiras o que permitiu compreender e interpretar através de diferente litofácies, o provável ambiente deposicional da Formação Barreiras no nordeste paraense. Foram descritas 10 fácies sedimentares compostas de rochas siliciclásticas como: argilitos, arenitos e conglomerados. Estas fácies foram agrupadas em duas associações de fácies que representam ambientes deposicionais de canal fluvial e planície de maré. Os depósitos de canais de maré tem uma distribuição mais restrita, quando comparados aos de planície de maré. Os depósitos de planície de maré são compostos predominantemente por fácies argilosas. Localmente estes depósitos argilosos apresentam gretas de contração e bioturbação. Arenitos com estratificação cruzada plano-paralela são encontrados intercalados com estes depósitos argilosos. Camadas heterolíticas com acamamentos de maré (wavy) passam verticalmente para depósitos de paleossolos que ocorrem localmente, é são caracterizados por aspecto mosqueado devido à bioturbação por marcas de raízes e tubos de vermes. Os depósitos de canal fluvial são caracterizados pela predominância de fácies arenosas e conglomeráticas. Arenitos com estratificação cruzada acanalada e lags conglomeráticos são as fácies mais comuns. Estes depósitos erodem parcialmente os depósitos de planície de maré, como é evidenciado pela presença de truncamentos erosivos, blocos de terras caídas e lags conglomeráticos no limite entre as duas associações de fácies. Icnofósseis de Ophiomorpha são abundantes nos depósitos de canal fluvial e mais raros nas planícies de maré. Este icnofóssil geralmente representa construções de moradia de crustáceos decápodes de Callianassa em ambientes influenciados por águas marinhas semelhantes a estuários. Os depósitos estudados neste trabalho representam o registro de ambientes transicionais caracterizados pela influência de maré e influxos continentais realizados por canais fluviais.
Abstract: The Barreiras Formation deposits, Miocene age, have a wide distribution in the Brazilian coast. In the state of Para some of the best exposures of this unit are located in the localities of Vila de Apeú (Castanhal) and Outeiro island (Belem). In these area its was realized facies studies and the stratigraphic correlation between the Barreiras Formation outcrops allowing to understand and interpret, through different lithofacies, the likely depositional environment of the Barreiras Formation on the northeastern Pará. Ten sedimentary facies was described composed predominantly of siliciclastic rocks such as: claystone, sandstones and conglomerates. These facies were grouped into two facies associations which represent depositional environments of the fluvial channel and tidal flats. The deposits of fluvial channels have a more restricted distribution compared to the tidal flats. The tidal flats deposits are composed predominantly of clay facies. Locally these clay deposits present mud cracks and bioturbation. Sandstones with crossbedding and plane-parallel stratification are found intercalated with these clay deposits. Heterolitics layers with tidal beddings (wavy) pass vertically to paleosoil deposits that occur locally, and they are characterized by mottled appearance due to bioturbation caused by root marks and worm tubes. The fluvial channel deposits are characterized by the predominance of sandy and conglomeratic facies. Trough crossbedding sandstone lags are the most common facies. These deposits partially erode the tidal flat deposits, as evidenced by the presence of erosive truncations, fallen land blocks and conglomeratic lags at the boundary between the two facies associations. Ophiomorpha ichonofossils are abundant in fluvial channel deposits and rarer in tidal flats. This ichnofossil usually represent dwelling builds of the Callianassa decapod crustaceans in environments influenced by marine waters similar to estuaries. The deposits studied in this work represent the record of transitional environments characterized by tidal influences and continental influxes made by fluvial channels.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::ESTRATIGRAFIA
Keywords: Geologia estratigráfica (Mioceno) – Pará
Fácies sedimentares
Formação Barreiras
Mapa Faciológico
Paleo ambiente
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseFaciesFormacao.pdf6,99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.