Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/2100
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Biomassa e produção secundária de Cladocera (crustácea: branchiopoda) no rio Curuá-una, Pará
metadata.dc.creator: SIMI, Bruno
metadata.dc.contributor.advisor1: MARTINELLI FILHO, José Eduardo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: COSTA, Brenda Natasha Souza
Issue Date: 11-Jul-2019
Citation: SIMI, Bruno. Biomassa e produção secundária de Cladocera (crustácea: branchiopoda) no rio Curuá-una, Pará. Orientador: José Eduardo Martinelli Filho. Coorientadora: Brenda Natasha Souza Costa. 2019. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: https://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/2100. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O zooplâncton de águas continentais apresenta alta capacidade de resposta frente a modificações ambientais devido ao dinamismo das comunidades, por reflexo das elevadas taxas de reprodução e perda. Um grande esforço em estudos de comunidades do zooplâncton tem sido realizado a fim de entender seu papel, uma vez que estão inseridos em diversos compartimentos da cadeia trófica. A densidade, biomassa e produção foram estimadas para compreender a importância dos cladóceros em ecossistemas continentais amazônicos. As coletas ocorreram durante o ano de 2015, nas estações de seca e de chuva, em oito pontos à montante e à jusante do reservatório da represa de Curuá-Una (Santarém, Pará). Amostras de plâncton foram coletadas através de arrastos verticais com malha de 60μm e fixadas em solução tamponada de formaldeído a 4%. Para as análises quantitativas, foram contadas em subamostras com o valor mínimo de 150 indivíduos. O cálculo da biomassa e produção secundária foi feito de forma indireta, através de equações de regressão da relação peso/comprimento disponíveis na literatura. Análises estatísticas uni- e multivariadas foram testadas para verificar a importância da sazonalidade, variação espacial e outras variáveis ambientais sobre a biomassa e produção de Cladocera. Um total de 19 táxons foram identificados. O período chuvoso teve as espécies Bosmina hagmanni, Bosminopsis deitersi, Ceriodaphnia cornuta, Diaphanosoma birgei e Holopedium amazonicum como dominantes. O período seco apresentou maiores densidades, tendo Alona yara, Bosmina hagmanni, Bosminopsis deitersi, Ceriodaphnia cornuta, Diaphanosoma birgei e Moina micrura como espécies dominantes. A densidade de Cladocera variou entre 0,07 org/m³ a 4972,69 org/m³ com média e desvio de 509,67 ± 1285,91 e apresentou correspondência com a profundidade, temperatura, concentração de clorofila-a, fósforo e oxigênio dissolvido enquanto a biomassa e produção secundária corresponderam com as mesmas variáveis, exceto pela concentração de fósforo. Foi observado que a comunidade de Cladocera provavelmente já está adaptada à presença do reservatório, uma vez que apenas H. amazonicum e D. birgei foram indicadores de diferenças na sazonalidade e entre os compartimentos do reservatório.
Abstract: Zooplankton from freshwater environments have a high adaptation capacity to environmental changes due to its fast Community dynamics as a consequence for the accelerated death and reproduction rates. A great effort on the study of zooplanktonic communities was carried to understand its important roles, since it is presented in different trophic compartments. Density, biomass and yield were estimated to understand the importance of cladocerans in Amazonian continental ecosystems in order to understand the importance of cladocerans in Amazonian aquatic ecosystems, several ecological variables were analyzed. Sampling was performed during 2015, at both dry and rainy seasons, at eight sampling stations distributed upstream and downstream the Curuá-Una reservoir, located at Santarém municipality, Pará state. Plankton samples were collected by vertical tows by 60 μm mesh net and preserved by a neutralized 4% formaldehyde solution. For the quantitative analysis, a minimum of 150 individuals were counted. Biomass and secondary production were indirectly calculated, through length/weight regressions available at the literature. Univariate and multivariate statistical analysis were performed in order to verify the importance of seasonality, sampling station location and other variables for the biomass and production of cladocerans. A total of 19 taxa were identified: the rainy period was dominated by Bosmina hagmanni, Bosminopsis deitersi, Ceriodaphnia cornuta, Diaphanosoma birgei and Holopedium, while the dry season was dominated by Alona yara, Bosmina hagmanni, Bosminopsis deitersi, Ceriodaphnia cornuta, Diaphanosoma birgei and Moina micrura. Cladocerans density was between 0.1 and 4972.7 org/m³ with a mean of 509.7 ± 1285.9 org/m³ and was correlated with depth, temperature, concentrations of phosphorus, clorophyll-a, dissolved oxygen while biomass and production were correlated with 4 variables. The cladoceran Community is probably already adapted to the reservoir and river compartmentation, since only H. amazonicum and D. birgei were considered ecological indicators of seasonality and compartmentation.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA::OCEANOGRAFIA BIOLOGICA::INTERACAO ENTRE OS ORGANISMOS MARINHOS E OS PARAMETROS AMBIENTAIS
Keywords: Reservatório
Usina Hidroelétrica
Zooplâncton
Amazônia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_BiomassaProducaoSecundaria.pdf714,41 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.