Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1957
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Caracterização sazonal da macrofauna bentônica na região de entremarés de um plano de lama estuarino na ilha de Algodoal-Maiandeua (Pará, Brasil)
metadata.dc.creator: PORTO, Yuri Paixão Santa Rosa
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Roseanne Figueira da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: MARTINELLI FILHO, José Eduardo Martinelli
Issue Date: 12-Jun-2014
Citation: PORTO, Yuri Paixão Santa Rosa. Caracterização sazonal da macrofauna bentônica na região de entremarés de um plano de lama estuarino na ilha de Algodoal - Maiandeua (Pará, Brasil). Orientadora: Roseanne Figueira da Silva. 2014. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2014. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1957. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A fauna bentônica da zona costeira amazônica, apesar de sua enorme importância, é a menos conhecida no Brasil, assim, o estudo deste ambiente é importante a fim de conhecer suas espécies e sua variação temporal, acrescentando informações sobre tais indivíduos. Este trabalho teve como objetivo caracterizar temporalmente a macrofauna bentônica em um plano lamoso estuarino, na região do entremarés, da Área de Proteção Ambiental Algodoal-Maiandeua (Maracanã-PA) as coletas foram feitas em setembro e dezembro de 2011 (no período seco) e março e junho de 2012 (no período chuvoso). Foram encontrados 35.104 indivíduos divididos em 48 táxons pertencentes aos filos Annelida, Arthropoda, Mollusca e Nemertea, sendo que, 23 foram comuns aos dois períodos, 22 foram restritos ao período seco e somente 4 foram restritos ao período chuvoso. O filo Arthropoda dominou em todos os meses, decaindo somente em junho quando os Arthropoda dominaram; quanto à participação relativa, o tanaidacea Halmyrapseudes spaansi dominou em todos os meses, exceto em junho quando sua abundância diminuiu, dando espaço para o Annelida Tubificinae sp1. dominar. Os maiores valores de riqueza foram durante o período seco; já a densidade apresentou resultados variados, com maior valor em dezembro (período seco) seguido de março (período chuvoso). Diversidade e equitatividade apresentaram padrão semelhante com maior valor em junho seguido de setembro. Os fatores que mais influenciaram na variação da macrofauna foram, principalmente, o parâmetro pH (para o período chuvoso) e salinidade (para o período seco), determinando as espécies mais suscetíveis a habitarem o meio sob tais condições; sendo que no período seco, nota-se uma predominância de Arthropodas, já no período chuvoso o número de Annelidas é maior. Os resultados demonstraram que as variações climáticas determinam modificações nos descritores composição específica, riqueza e densidade da macrofauna de um Plano de lama da Ilha de Algodoal.
Abstract: The benthic fauna of the Amazon coastal zone, despite its enormous importance, is the least known in Brazil, so the study of this environment is important in order to know their species and their temporal variation, adding information about such individuals. This study aimed to characterize the temporal benthic macroinvertebrates in a estuarine muddy plan, in the intertidal zone, the Environmental Protection Algodoal-Maiandeua Area (Maracanã-PA). The samples were obtained in september and december 2011 (during the dry season) and march and june 2012 (during the rainy season). Have been found, 35,104 individuals divided into 48 taxa belonging to the phylum Annelida, Arthropoda, Mollusca and Nemertea, whereas 23 were common to both periods, 22 were restricted to the dry season and only 4 were restricted to the rainy season. The phylum Arthropoda dominated every month, declining only in june when Arthropoda dominated; in relative participation, the Tanaidacea Halmyrapseudes spaansi dominated in all months except in june when its abundance decreased, giving space for Annelida Tubificinae sp1. master. The highest faunal richness were during the dry season; now, the density showed a variety of results, with higher value in december (dry season) followed by march (rainy season). Diversity and evenness showed a similar pattern with highest value in june followed by september. The most important factors influencing the variation of macrofauna were mainly the pH parameter (for rainy season) and salinity (for the dry season), determining the most susceptible species to inhabit the environment under such conditions; whereas in the dry season, there is a predominance of Arthropodas, and in the rainy season the number of Annelidas was higher. The results showed that climate changes determined variations in descriptors: specific composition, richness and density of the macrofauna of the mud flat in the Algodoal island.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA::OCEANOGRAFIA BIOLOGICA
Keywords: Estuários – Amazônia
Bentos - Amazônia
Variação temporal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_CaracterizacaoSazonalMacrofauna.pdf1,12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.