Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/prefix/1945
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Imageamento sísmico de reflexões primárias e múltiplas simétricas aplicando o método de empilhamento CRS não-hiperbólico
metadata.dc.creator: PEREIRA, Diego Rogério da Conceição
metadata.dc.contributor.advisor1: OLIVA, Pedro Andrés Chira
Issue Date: 12-Mar-2014
Citation: PEREIRA, Diego Rogério da Conceição. Imageamento sísmico de reflexões primárias e múltiplas simétricas aplicando o método de empilhamento CRS não-hiperbólico. Orientador: Pedro Andrés Chira Oliva. 2014. 51 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geofísica) - Faculdade de Geofísica, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2014. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1945. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O empilhamento sísmico tem como objetivo obter um produto final de imagens sísmicas mais realistas possível da subsuperfície, e na tentativa de melhorar a qualidade dessas imagens. Nos últimos anos têm aparecido diversos métodos de empilhamento sísmico, com a finalidade de superar restrições do empilhamento common-midpoint (CMP). Entre estes métodos destacam o empilhamento Common-Reflection-Surface (CRS) cuja aproximação de tempos de trânsito é hiperbólica. Recentemente foi proposta outra aproximação de tempos de trânsito para o método CRS do tipo não-hiperbólico para também simular seções sísmica zero-offset (ZO). Neste trabalho, testamos o desempenho desta nova aproximação de tempos de trânsito CRS para simular eventos de reflexão primária e múltiplas simétrica. Os resultados demonstraram ser uma importante alternativa no empilhamento sísmico devido ao bom desempenho na simulação de seções sísmicas ZO com eventos de reflexões primária e múltiplas simétricas.
Abstract: The seismic stacking has as objective to obtain a final product of seismic imagem more realistic in the subsurface. In the last years, has been used several seismic stacking methods in order to overcome constraints of stacking commom midpoint gathers (CMP). Among these methods, stands out the Stacking Common-Reflection-Surface (CRS), in which the traveltime aproximattion is hyperbolic. Recentlly, it has been pruposed the non-hyperbolic traveltime approximation to simulate ZO sections . This work, we tested the performance of the non-hyperbolic CRS approximation to simulate primary reflections and symmetrical multiple events. The results shown to be an important alternative in seismic stacking, obtaining a good performance in simulating seismic sections with ZO with reflections primary and symmetrical multiple events.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA::SISMOLOGIA
Keywords: Método de reflexão sísmica - Processamento de dados
Ondas sísmicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Geofísica - FAGEOF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ImageamentoSismicoPrimarias.pdf1,95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.