Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1909
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Especialização
Title: Qualidade das águas superficiais e subterrâneas no entorno do lixão do município de Matozinhos, Carste de Lagoa Santa, Minas Gerais
metadata.dc.creator: CAMARGO, Rafael Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: MATTA, Milton Antônio da Silva
Issue Date: 24-May-2013
Citation: CAMARGO, Rafael Rodrigues. Qualidade das águas superficiais e subterrâneas no entorno do lixão do município de Matozinhos, Carste de Lagoa Santa, Minas Gerais. Orientador: Milton Antônio da Silva Matta. 2013. 79 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gestão Hídrica e Ambiental) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1909. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: Os lixões são depósitos de resíduos sólidos a céu aberto, sem cuidados com impermeabilização do solo e com canalização das águas pluviais. Representam focos potenciais de poluição podendo influenciar negativamente a qualidade das águas de seu entorno e consequentemente a saúde humana e o meio ambiente sob sua influência. No município de Matozinhos, Minas Gerais, um depósito do tipo lixão está instalado sobre uma região cárstica desde a década de 1990. Nesse contexto, objetivamos avaliar a qualidade das águas superficiais e subterrâneas de seu entorno, buscando verificar possíveis contaminações. Para condução da pesquisa, foi realizado trabalho de prospecção exocárstica que embasou a seleção de três pontos de amostragem: duas lagoas para avaliação das águas superficiais e uma drenagem no interior de uma caverna, para água subterrânea. Tomando como referência a Deliberação Normativa Conjunta COPAM/CERH-MG nº 01, de 05 de maio de 2008, para as superficiais classe 2, e Resolução CONAMA n° 396, de 03 de abril de 2008, para águas subterrâneas com uso preponderante “Consumo humano”, os resultados negaram a hipótese levantada. Mesmo com a proximidade do lixão em relação aos corpos de água e se tratando de uma região cárstica, ambientalmente mais vulnerável, não se verificou contaminação por fenóis, hidrocarbonetos BTEX, metais pesados ou compostos inorgânicos, que são elementos normalmente encontrados em lixiviados de depósitos sólidos. Verificou-se apenas a contaminação por fósforo total, matéria orgânica e coliformes termotolerantes. Concluímos que o chorume produzido pelo lixão não está atingindo as drenagens próximas e que a qualidade das águas pode estar associada a usos e ocupação do solo ambientalmente predatórios. Na região, verifica-se a substituição quase que completa da vegetação natural por pastagens, inclusive das matas ciliares, e a utilização de fertilizantes, pesticidas e químicas em geral na agricultura, além da atividade pecuária, que explicam as contaminações levantadas. Por fim levantou-se uma nova hipótese, sustentada por uma avaliação qualitativa da geomorfologia e geologia locais. O lixão de Matozinhos é uma fonte de contaminantes, mas estes não foram identificados nas análises pois a pluma contaminante estaria retida em uma camada impermeabilizante de argila compactada presente no fundo da dolina localizada a jusante leste do lixão.
Abstract: Dumpsites in Brazil are deposits of solid waste, without cover, without soil impermeability and without pipe-laying for the pluvial water. They represent potential sources of pollution and they can be a negative influence on the water quality of their surroundings and consequently to human health and the natural environmental under their influence. At the municipality of Matozinhos, Minas Gerais, Brazil, a dumpsite has been installed on a karst region since the 1990s. In this context, this study aimed to assess the quality of surface and groundwater on its surroundings, in order to verify possible contaminations. To conduct the research, the methodology applied included field survey and exokarst prospection, in order to support the selection of three sampling sites: two ponds for evaluation of surface water and a stream inside a cave for groundwater quality evaluation. With reference to Joint Normative Deliberation of COPAM/CERH-MG No. 01 of May 5th, 2008, for surface water class 2, and the CONAMA Resolution No. 396 of April 3rd, 2008, for groundwater with human consumption preponderant use, the results negated the preview hypotheses. Even with the dumpsite's proximity to water bodies and its occurrence on a karst region, which is environmentally more vulnerable, no contamination was detected in the waters by phenols, BTEX hydrocarbons, heavy metals or inorganic compounds, elements that are typically found in leachate from deposits of solid waste such as Matozinhos' dumpsite. The only verified contamination was by total phosphorus, organic matter and thermotolerants coliforms. We conclude the leachate produced by Matozinhos’ dumpsite hasn’t been reaching the nearby water bodies and the water quality should be associated with environmentally predatory land uses by the local population. At this region almost full conversion of natural vegetation into pastures was observed, including riparian forests, the use of fertilizers, pesticides and chemicals in agriculture in general, and cattle ranching, which can explain the contaminations found. Lastly, we created a new hypothesis, supported by a qualitative evaluation from local geology and geomorphology. The Matozinhos’ dumpsite is a source of pollution but its contaminations haven’t been found by analysis because the contaminant plume is being retained in a compacted clay impermeable layer existing at the bottom of the sinkhole located on East downstream from the dumpsite.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Lixão - Matozinhos, Minas Gerais
Qualidade da água (superficiais e subterrâneas)
Sistema cárstico
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Especialização em Gestão Hídrica e Ambiental (GHA) - IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCE_QualidadeAguasSuperficiais.pdf13,39 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons