Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1907
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Especialização
Title: Maré e sazonalidade na distribuição dos parâmetros físicos, químicos, e biológicos nas águas da orla de Bragança, estuário do rio Caeté, nordeste do estado do Pará
metadata.dc.creator: ANTUNES, Leny da Conceição
metadata.dc.contributor.advisor1: SANTOS, Maria de Lourdes Souza
Issue Date: 5-Jul-2013
Citation: ANTUNES, Leny da Conceição. Maré e sazonalidade na distribuição dos parâmetros físicos, químicos e biológicos nas águas da orla de Bragança, estuário do rio Caeté, nordeste do estado do Pará. Orientadora: Maria de Lourdes Souza Santos. 2013. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Gestão Hídrica e Ambiental) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2013. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1907. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: Os estuários são áreas com elevada produtividade biológica, pois são locais de desenvolvimento, reprodução e crescimento de varias espécies de flora e fauna, e de grande número de espécies marinhas que retornam a essas áreas durante seu período de reprodução. O estuário do rio Caeté se caracteriza por apresentar uma área portuária localizada no município de Bragança (PA). Este trabalho foi desenvolvido na área estuarina da orla do rio Caeté com o objetivo de avaliar a influência da sazonalidade e da maré na qualidade da água deste local, através das variáveis físicas, químicas e biológicas. A metodologia utilizada para determinação de oxigênio dissolvido foi segundo o método de Winkler descrito em Strickland e Parsons (1972); de cloreto, pelo método descrito em APHA (2005). Os nutrientes (silicato, fosfato e nitrito) foram determinados de acordo com a metodologia de Grasshoff et al. (1983). A clorofila-a foi pelo método Teixeira (1973). Para os resultados foi utilizada uma análise de componentes principais (ACP), com o intuito de reduzir a base de dados e verificar quais componentes que melhor explicaram a variabilidade dos dados hidrológicos no rio Caeté. Os resultados da ACP com todas as variáveis mostraram que as duas primeiras componentes descrevem cerca de 58 % da variância original. O componente 1 relacionou positivamente a condutividade elétrica, o cloreto, o nitrito, e o silicato, os quais foram inversamente relacionados com os sólidos em suspensão, o oxigênio dissolvido, a cor, e a clorofila-a. O componente 2 relacionou-se positivamente a temperatura e negativamente com a clorofila-a. A ACP, realizada entre os períodos, obteve dois componentes. O componente 1 foi definido pela condutividade elétrica e o componente 2 pela temperatura. O componente 1 separou o mês de dezembro/08 ( período menos chuvoso) dos outros meses, essa separação deveu-se principalmente aos maiores valores de condutividade elétrica nesse mês que foi o que definiu o componente. O componente 2 separou o período menos chuvoso do chuvoso, mostrando alguma variação entre esses períodos. A variação de maré é um dos principais fatores responsáveis pela oscilação de algumas variáveis e na região estuarina da orla do rio Caeté. Além do mercado público, os portos de pesca e as fábricas de gelo também contribuem na poluição orgânica e inorgânica do estuário do rio Caeté.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Estuário do Rio Caeté
Qualidade da água
Bragança - PA
Influência sazonal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Especialização em Gestão Hídrica e Ambiental (GHA) - IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCCE_MareSazonalidadeDistribuicao.pdf1,08 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons