Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1900
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Mineralogia e Geoquímica do Perfil Laterito-bauxítico da Área Vera Cruz – Província Bauxitífera de Paragominas – NE do Estado do Pará
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Leonardo Coutinho
metadata.dc.contributor.advisor1: ANGÉLICA, Rômulo Simões
Issue Date: Feb-2011
Citation: OLIVEIRA, Leonardo Coutinho. Mineralogia e Geoquímica do Perfil Laterito-bauxítico da Área Vera Cruz – Província Bauxitífera de Paragominas – NE do Estado do Pará. Orientador: Rômulo Simões Angélica. 2011. 113 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém,2011. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1900. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: As bauxitas são os principais minérios de alumínio, formado pelo intenso intemperismo sobre diferentes tipos de rochas e muito comuns em regiões tropicais e subtropicais, como na Amazônia. Diferentes pesquisadores têm trabalhado neste assunto, cuja gênese e complexa estruturação dos perfis ainda é tema bastante controverso. No estado do Pará, a província Bauxitífera de Paragominas é a mais recente região produtora, depois da região de Trombetas. Na estruturação dos perfis da província Bauxitífera de Paragominas, sobreposto ao horizonte principal de bauxita (BC – Bauxita Cristalizada), ocorre um horizonte denominado de Bauxita Nodular (BN). Este apresenta, proporcionalmente, elevado teor de caulinita, prejudicial ao processo metalúrgico de obtenção da alumina. Este trabalho caracterizou os diferentes horizontes através de análises químicas e mineralógicas por fluorescência e difração de raios- X, bem como descrição petrográfica/textural, afim de reconhecer aspectos estruturais e texturais importantes na gênese e desenvolvimento dos perfis. Foram selecionados três perfis bauxíticos da região de Vera Cruz, Paragominas, num total de 30 amostras. Os resultados revelaram uma alta concentração de caulinita e consequentemente alto teor de sílica reativa (>5%) e baixos teores de alumina aproveitável (<50%), na maioria dos Horizontes BA, BCBA, LF, BNC e BN, porém, apresenta valores aceitáveis do ponto de vista econômico dos parâmetros de sílica reativa e alumina aproveitável, para maioria das amostras do Horizonte BC. A mineralogia conta com teores elevados de gibbsita (principal mineral-minério de Al), com diferentes “graus de cristalinidade”, além de caulinita, goethita (principalmente aluminosa), hematita, anatásio e quartzo, em diferentes proporções, dependendo do horizonte. Diferentes imagens e representações esquemáticas das texturas foram obtidas, a fim de auxiliar o entendimento da formação e desenvolvimento dos horizontes dentro dos perfis. Conclui-se que a origem e desenvolvimento dos perfis ocorreram de forma complexa e polifásica, haja vista sua estruturação, características petrográficas-texturais e distribuição geográfica irregular, corroborarrem o que apresentaram Costa (1984) e Kotschoubey et al (2005). Outra importante constatação foi a forte influência climática e ocorrência de pelo menos dois ciclos de bauxitização bem marcados temporalmente, sendo o primeiro no Eoceno ou inicio do Oligoceno e o segundo no fim do Oligoceno ou inicio do Mioceno.
Abstract: Bauxite are the major aluminum ores, are formed by intense weathering of different rock types and very common in tropical regions such as the Amazon. Different researchers have worked on this subject, whose genesis and complex structure of the profiles is still very controversial issue. In the state of Pará, the province bauxitífera Paragominas is the latest producing region after region of Trombetas. In structuring the profile of this region, superimposed on the main bauxite horizon (BC – Crystallized Bauxite), there is a horizon of Nodular Bauxite (BN). This has proportionally high content of kaolinite, harmful to the metallurgical process for obtaining alumina. This study characterized the different horizons through chemical analysis and mineralogical Fluorescence and X-ray diffraction, and petrographic description / texture in order to recognize the structural and textural influences the genesis and development of the profiles. Were selected three bauxitic profiles of Vera Cruz area, city of Paragominas, a total of 30 samples. The results revealed a high concentration of kaolinite and consequently high content of reactive silica (SiO2_R) and low alumina contents usable in most of BA, BCBA, LF, BN BNC horizons, and good values of these parameters for most samples the Horizon BC . The mineralogy has high levels of gibbsite (main ore/mineral-Al) with different “degrees of crystallinity” in addition to kaolinite, goethite (mainly aluminous), hematite, anatase and quartz in different proportions, depending on the horizon. Different images and schematic representations of the textures were obtained in order to assist the understanding of the formation and development of horizons within the profile. It is concluded that the origin and development of the profiles occurred in a complex and polyphasic ways, given its structure, petrographic-textutal characteristics and irregular geographic distribution, which had confirmed Costa (1984) and Kotschoubey et al (2005) models. Another important finding was the strong influence climate and the occurrence of at least two bauxitization cycles, temporally well marked, the first in the Eocene or early Oligocene and the second in late Oligocene or early Miocene.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Geoquímica
Mineralogia
Bauxita
Paragominas - PA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_MineralogiaGeoquimicaBauxifera.pdf10,55 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons