Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1867
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Morfodinâmica e hidrodinâmica de praias do litoral nordeste paraense, Brasil
metadata.dc.creator: BORBA, Thaís Angélica da Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: ROLLNIC, Marcelo
Issue Date: 16-Dec-2011
Citation: BORBA, Thaís Angélica da Costa. Morfodinâmica e hidrodinâmica de praias do litoral nordeste paraense, Brasil. Orientador: Marcelo Rollnic. 2011. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2011. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1867. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A região do Salgado Paraense é bastante recortada por rios e canais de maré e a dinâmica local ocorre segundo influência de macromaré com a presença de processos de erosão e progradação gerando uma fisiografia dinâmica. Neste ambiente dinâmico se localiza a ilha de Maiandeua, objeto de estudo deste. Devido à importância da ilha tanto sócio-econômica quanto ambiental, objetivou-se avaliar parâmetros hidrodinâmicos e morfodinâmicos bem como variações sazonais das praias da Caixa d’Água, Farol e Princesa, localizadas na ilha de Maiandeua, durante período chuvoso e seco. Os resultados obtidos mostraram que nas praias da Caixa d’Água e Farol a corrente possui uma direção preferencial para nordeste durante quase todo o ciclo de maré com as componentes paralelas e perpendiculares a linha de costa mostrando intensidades bastante similares. Na praia da Princesa, porém, a direção preferencial é para noroeste, além de possuir as maiores intensidades de correntes quando comparada as demais praias. As maiores intensidades de corrente, nas praias da Caixa d’água, Farol e Princesa, foram observadas durante período de enchente com valores máximos de 55,6, 69,2 e 111,37 cm/s, respectivamente. As praias da Caixa d’Água e Farol apresentaram os maiores valores de turbidez durante a enchete e a preamar, com máximo valor para a praia da Caixa d’Água durante a enchete do período seco de 813,67 FTU. No período chuvoso o valor máximo de turbidez para as praias da Caixa d’Água e Farol foi de 450 FTU, aproximadamente. A batimetria mostra que até 300 m da linha de costa a profundidade varia aproximadamente em 2 m, entretanto, nos próximos metros há um brusco aumento de profundidade podendo alcançar 13 m. Quanto a sua variação segundo a sazonalidade climática, está se mostrou mais rasa no período chuvoso com diferença entre os períodos de coleta de 2 m. A análise da variação do perfil praial, medido durante maré de quadratura e sizígia, na Caixa d’Água mostrou perda sedimentar de 163,84 m³ entre os nove dias de medição. A maior perda ocorreu na porção mais íngreme da praia mostrando significativa influência da variação de regime de maré. Conclui-se que as praias da Caixa d’Água e Farol estão sujeitas a mesmos processos hidrodinâmicos e sedimentares, e batimetria e perfil praial mostraram que a sazonalidade climática e variação entre regime de maré influenciam na morfodinâmica local.
Abstract: Salgado Paraense's area is cut out by rivers and tide channels and the local dynamics happens according to macrotidal influence with the presence of erosion and progadation processes what generates a dynamic physiography. In this environment is located the island of Maiandeua, the object of study. Due to the socioeconomic and environmental importance of the island, it was aimed to evaluate hydrodynamic and morphodynamic parameters as well as the seasonal variations of the Caixa d’Água, Farol and Princesa beaches, in the rainy and dry period. The results showed that, in the Caixa d’Água and Farol beaches, the current possesses a preferential direction for northeast during almost the whole tide cycle with its parallel and perpendicular components the coast line showing quite similar intensities. In the Princesa beach, however, the preferential direction is northwest, besides it has the larger intensities of currents when compared with the other beaches. In the, Farol and Princesa beaches, the largest current intensities were observed during period with maximum values of 55,6, 69,2 and 111,37 cm/s, respectively. The Caixa d’Água beaches presented the largest turbidity values during the and the high water, with maximum value of 813,67 FTU for the beach during the flood tide of the dry period. In the rainy period, the maximum value of turbidez was 450 FTU, approximately, to the Caixa d’Água and Farol beaches. The bathymetry shows that until 300 m of the coast line the depth varies, approximately, 2 m, however in the next meters there is an abrupt increase of depth, it could reach 13 m. About the bathymetry variation, according to the climatic seasonality, it was showed shallower in the rainy period with difference among the periods of collection of 2 m. The analysis of the variation of the beach profile, measured during neap and spring tide, in the Caixa d’Água beach, showed sedimentary loss of 163,84 m³ among the nine days of measurement. The largest loss happened in the steepest portion of the beach, it showed the significant influence of the variation of tide kind. It is ended that the Caixa d’Água and Farol beaches are under same hydrodynamic and sedimentary processes, and bathymetry and beach profile showed that there are influences in the local morphodynamic of the climatic seasonality and variation of tide kind.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Morfodinâmica
Hidrodinâmica
Praias arenosas
Litoral paraense
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MorfodinamicaHidrodinamicaLitoral.pdf1,43 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons