Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1859
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise das variações morfológicas ao longo do rio Amazonas através de imagens multisensores
metadata.dc.creator: MEDEIROS FILHO, Lucio Cardoso de
metadata.dc.contributor.advisor1: RODRIGUES, Suzan Waleska Pequeno
Issue Date: 16-Jan-2012
Citation: MEDEIROS FILHO, Lúcio Cardoso de. Análise das variações morfológicas ao longo do rio Amazonas através de imagens multisensores. Orientadora: Suzan Waleska Pequeno Rodrigues. 2012. 66 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2012. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1859. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A bacia hidrográfica do Amazonas pode ser considerada um sistema morfodinâmico, funcionando através da interação da dinâmica de fluidos, transporte de sedimentos e mudanças morfológicas. Gradientes no transporte de sedimento resultam em regiões de erosão e deposição alterando a morfologia. Essa nova morfologia leva a mudanças na hidrodinâmica que pode então reforçar ou amenizar tais alterações. Este trabalho objetiva detectar as mudanças ao longo do rio Amazonas tendo como limites os municípios de Almerim e Porto de Moz até a sua foz identificando e quantificando as alterações em um período de 22 anos (1986-2008), com intervalos de aproximadamente 10 anos, associando possíveis influências de agentes físicos que contribuíram para tais modificações. Foram utilizadas imagens de sensores remotos ópticos (Thematic Mapper – TM do satélite Landsat-5) e microondas (Phased Array type L-band Synthetic Aperture Radar) - PALSAR do Satélite ALOS e o Synthetic Aperture Radar - SAR do satélite JERS-1 além do modelo digital de elevação -MDE do Shuttle Topography Radar -SRTM como dado secundário para a ortorretificação das imagens. Com intuito de melhorar a análise das alterações estudadas foram adquiridas informações temporais de pluviosidade, vazão e maré da área de estudo que foram posteriormente correlacionadas entre si a fim de se investigar suas influências nos resultados obtidos. Observou-se predominância de acreção na escala de tempo analisada, com maior significância entre os anos de 1995 e 2008. Uma das causas desse acréscimo sedimentar pode estar relacionada a migração de bancos arenosos e retrabalhamento dos sedimentos pelas marés de sizígia que retiram os sedimentos da zona de intermaré superior, transportando-os para as zonas de intermaré média e inferior. Estudos anteriores têm demonstrado que a foz do rio Amazonas é predominantemente subaquosa, e a lâmina d´água aumenta em direção costa afora de forma muito gradual contribuindo para altas taxas de acumulação de sedimento. Outra fonte importante que pode justificar a acreção e instabilidade de depósitos sedimentares está relacionada a migração das lamas fluidas, o que representa alta taxa de deposição sedimentar por coesão em um curto período de tempo. Freqüentes ocorrências de La Nina nos últimos anos também podem ter contribuído para altos índices de descarga fluvial e conseqüente aumento na deposição sedimentar evidenciando predominância de acreção na ultima década.
Abstract: The basin of the Amazon can be considered a morphodynamic system, functions through the interaction of fluid dynamics, sediment transport and morphological changes. Gradients in sediment transport result in areas of erosion and deposition by changing the morphology. This new morphology leads to changes in hydrodynamics which can then enhance or mitigate these changes. This study aimed to detect changes along the Amazon River has as limit the city of Almeirim and Porto de Moz to its mouth, identifying and quantifying the changes in a period of 22 years (1986-2008), with intervals of about 10 years, associating the possible influence of physical agents that contributed to such changes. We used images optical of remote sensing (Thematic Mapper - TM of Landsat-5) and microwave (Phased Array type L-band Synthetic Aperture Radar) - PALSAR of satellite ALOS and the Satellite Synthetic Aperture Radar - SAR satellite of JERS-1 beyond the model digital elevation-DEM-Shuttle Radar Topography SRTM as secondary data for orthorectification of the images. In order to improve the analysis of the changes studied were acquired temporal information on rainfall, flow and tide of the study area which were then correlated in order to investigate their influence on results. There was a predominance of the accretion time scale analyzed with greater significance in the years 1995 and 2008. One of the causes of this increase may be related to sediment migration of sandbanks and reworking of sediments by spring tides that pull the sediments of the upper intertidal zone, transporting them to the intertidal zones of middle and lower. Previous studies have shown that the mouth of the Amazon River is predominantly subaqueous and water depth increases toward the coast apart slowly. This shallow depth contributes to high rates of sediment accumulation. Another important source that can justify the instability of accretion and sedimentary deposits is related to migration of fluid mud, which represents a high rate of sediment deposition for cohesion in a short period of time. Frequent occurrence of La Nina in recent years may also have contributed to high rates of river discharge and consequent increase in sediment deposition showing a predominance of accretion in the last decade.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Sensoriamento remoto
Variações morfológicas
Detecção de mudanças
Rio Amazonas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseVariacoesMorfologicas.pdf2,64 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons