Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1851
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Comparação entre os algoritmos de migração Kirchhoff e Stolt em dados sísmicos 2D da bacia do Parnaíba
metadata.dc.creator: NEVES, Rodolfo André Cardoso
metadata.dc.contributor.advisor1: CRUZ, João Carlos Ribeiro
Issue Date: 23-Mar-2015
Citation: NEVES, Rodolfo André Cardoso. Comparação entre os algoritmos de migração Kirchhoff e Stolt em dados sísmicos 2D da bacia do Parnaíba. Orientador: João Carlos Ribeiro Cruz. 2015. 63 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geofísica) - Faculdade de Geofísica, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1851. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Vários métodos de migração podem ser utilizados com o intuito de transformar a seção empilhada em seção migrada. Dentre os diversos algoritmos disponíveis escolheu-se a migração Kirchhoff no tempo e a migração Stolt no tempo, com o objetivo de comparar a sua aplicação em dados sísmicos 2D da bacia do Parnaíba. A discussão aborda tanto a robustez quanto a praticidade dos algoritmos, parâmetros utilizados para a sua implementação e a comparação entre os resultados obtidos. Os dados utilizados foram 1000 tiros de máxima cobertura (210) da linha 001 do projeto 0295_ANP_2D_PARNAIBA, da Agência Nacional do Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Estes foram processados através do software Promax da Landmark Graphics Corporation, empresa da Halliburton Ltda., seguiu-se o fluxo de processamento convencional (técnica CMP – migração pós-stack) até a etapa de migração no tempo. Através dos dois algoritmos supracitados produziram-se as sessões: migrada no tempo com o método Kirchhoff e migrada no tempo com o método Stolt. Os refletores da bacia do Parnaíba apresentaram pouco mergulho, baixa variação lateral de velocidade e algumas zonas de falhas normais. A qualidade da imagem sísmica da seção migrada com o método Kirchhoff mostrou-se superior, apesar da inegável rapidez do método de migração Stolt fornecendo a seção migrada com apenas metade do tempo de processamento utilizado pelo método de Kirchhoff.
Abstract: Several migration methods can be used with a purpose to transform the stack section into migrated section. Indeed some algorithms which can exempt the stack process (pre-stack migration). For this job, it was selected, between all available algorithms, the Kirchhoff’s method and Stolt’s method time migration, with an issue to discuss their applicability in 2D seismic data from Parnaíba’s basin. That discussion approaches their practicality, hardiness, used parameters and the comparison between the results. The data was 1000 shots with maximum coverage (210), from line 001 of project 0295_ANP_2D_PARNAIBA, from Agência Nacional do Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). It was processed using the software Promax from Landmark Graphics Corporation, company from Halliburton Ltda., following the conventional processing flux (CMP technique – pós-stack migration) to migration steps: Production of Kirchhoff time migrated section and Stolt time migrated section. The behaviors from reflectors were less deep and less lateral velocity variations and some regions with normal failing. The quality of Kirchhoff time migrated section was superior, despite the quickness of Stolt’s method, giving the migrated section with a half of processing time used by Kirchhoff’s methodology.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA::SENSORIAMENTO REMOTO
Keywords: Método de reflexão sísmica
Inversão (Geofísica)
Prospecção – Métodos geofísicos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geofísica - FAGEOF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ComparacaoAlgoritmosMigracao.pdf5,08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.