Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1841
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Localidades fossílíferas da formação Pirabas ( Mioceno inferior ) e o estabelecimento de unidades paleoecológicas e eventos biológicos
metadata.dc.creator: SANTOS, André Augusto Rodrigues
metadata.dc.contributor.advisor1: TÁVORA, Vladimir de Araújo
Issue Date: 2009
Citation: SANTOS, André Augusto Rodrigues.Localidades fossílíferas da formação Pirabas ( Mioceno inferior ) e o estabelecimento de unidades paleoecológicas e eventos biológicos. Orientador: Vladimir de Araújo Távora. 2009. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) – Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências , Universidade Federal do Pará, Belém, 2009. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1841. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho apresenta os resultados de estudos paleobiológicos realizados na Formação Pirabas, com base na recompilação de dados e posterior análise sob a ótica dos conceitos e técnicas de pesquisa metodológica em análise de bacias e Paleobiogeografia Histórica. Reuniu um conjunto de 26 localidades fossilíferas, as quais foram plotadas em mapa de localização, e mostram-se distribuídas em afloramentos descontínuos, expostos ao longo de falésias costeiras, cortes de estradas, minas a céu aberto e em subsuperfície, até o momento são definidas 20 localidades no Estado do Pará, três no Estado do Maranhão e três no Estado do Piauí, além de uma lista de 15 localidades que não possuem trabalhos em escala de detalhe. A análise paleobiológica junto com a Paleogeografia Histórica permitiu reconhecer os bioeventos globais de radiação e espalhamento biogeográfico do filo Mollusca e o de inovação da ordem Sirenia. Em escala regional foram evidenciados os bioeventos de radiação e espalhamento biogeográfico dos biválvios, gastrópodes, crustáceos decápodes, equinóides e briozoários, bem como expansão biogeográfica dos ostracodes e de radiação dos foraminíferos planctônicos. No âmbito dos bioeventos locais, o expressivo registro fossilífero da Formação Pirabas, o desenvolvimento de uma comunidade estenobiôntica e de uma flórula tipicamente hileana podem assim ser considerados, bem como a grande variação intraespecífica. A análise ecoestratigráfica preliminar favoreceu o reconhecimento de cinco ecozonas, duas associadas com evolução ecossedimentar em condições de mar alto, durante um período de relativa estabilidade tectônica, e três que tipificam condições de ambiente mais raso, que gera contração no ecoespaço e elevada relação siliciclásticos/carbonatos, um produto de pulsação tectônica. Correspondem a áreas de planícies costeiras, localizadas em áreas planas de plataforma continental ampla, e sujeitas à transgressão e criação por atividade tectônica, de espaço de acomodação de sedimentos pela subsidência. Com isso também individualizam-se vales estuarinos incisos, e em associação com discordâncias.
Abstract: This work deals the paleobiologic studies developed in the Pirabas Formation based on data recompilation and latter analysis according the concepts and technics in analysis basins and historical paleobiogeography. Were studied twenty localities in Pará state and six at Maranhão and Piauí states, that occur in well exposed along coastal cliffs, road cuts, mines and the subsurface. The paleobiological analysis combined with the historical paleobiogeography allowed recognize the global bioevents of the radiation and geographic spreanding in the Phyllum Mollusca and the innovation on the order Sirenia. In regional dimension are recognized the bioevents of the radiation and geographical spreading in bivalvs, gastropods, decapoda crustacean, echinoids and bryozoans, as well as geographical spreading in the ostracods and the radiation in the planktonic foraminífera. The research also reveals local bioevents individualized in the stenobhiontic and florule specially developed as response the environmental evolution and the great intraspecific variation. The ecostratigraphic analysis is the results of the combination at data providing the subdivison in five ecozones interpreted as a record of prograding deposits experiecing low subsidence. The depositional system is related with incised valley estuarine setting.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Keywords: Análise de bacias
Bioeventos
Ecoestratigrafia
Paleobiológicos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_LocalidadesFossilíferasFormacao.pdf9,83 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons