Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1822
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Caracterização textural e mineralógica dos sedimentos de fundo da foz do rio sucuriju (Amapá)
metadata.dc.creator: REIS, Caio Daniel Nascimento
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVEIRA, Odete Fátima Machado da
Issue Date: Aug-2011
Citation: REIS, Caio Daniel Nascimento. Caracterização textural e mineralógica dos sedimentos de fundo da foz do rio sucuriju (Amapá). Orientadora: Odete Fátima Machado da Silveira. 2011. 93 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) -- Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2011. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1822. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A região do Cabo Norte, adjacente à foz do rio Amazonas, está submetida à ação das forçantes meteorológica, oceanográfica e amazônica. Nessa região localiza-se o rio Sucurijú, drenagem exorréica, que, no seu trajeto, recebe águas do Cinturão Lacustre Oriental, devido à conexão com o igarapé Urubu (afluente do rio Sucuriju) com a região de planície inundada do lago Piratuba. Foram realizadas amostragens de sedimentos de fundo, na porção fluvial e na área adjacente à linha de costa. As amostras foram submetidas à análise granulométrica e mineralógica (rocha total e argilominerais) por difração de raios X. Os resultados da granulometria mostraram uma distribuição média de 18,60% de areia, 8,62% de argila, e com a predominância da fração silte (média de 72,78%), com percentuais variando entre 35,77% e 92,73%. A composição mineral dos sedimentos da foz do rio Sucuriju é composta basicamente por quartzo, albita, muscovita, k-feldspato, e pelos argilominerais ilita, esmectita, caolinita e clorita, que assemelha-se com a assembléia encontrada na região dos lagos, sugerindo um transporte sedimentar desde o sistema lacustre para o sistema fluvial-estuarino. Essas análises forneceram subsídios para o entendimento da hidrodinâmica e sedimentação atual desse ambiente, além da origem dos sedimentos da foz do rio Sucurijú.
Abstract: The Cabo Norte region, close to the Amazon River mouth is submitted to the meteorological, oceanographic and Amazonian forcing agents. In this scenario is located the Sucuriju river, an exoreic drainage which receives the waters from the Cinturão Lacustre Oriental, due the connection with the Urubu creek and the flooded plain of Piratuba Lake. The bottom sediment collection was made in both fluvial and coastal area. The collected material was submitted to grain size and mineralogical analysis (total mineralogy and clay minerals) through DRX. The results of gran size showed a mean distribution of 18,60% to sand, 8,62% to clay, and with predominance of silt, 72,78%, with percentages ranging from 35,77% to 92,73%. The sediments of the Sucuriju river mouth mineralogical composition is: quartz, albite, muscovite, k-feldspar, and the Clay minerals ilite, smectite, caolinite e chlorite, being similar to the assemblage found at the lakes region, suggesting a sedimentary transport from the lacustrine system to the fluvial-estuarine system. The results allowed to improve the understanding the actual environmental hydrodynamic and sedimentation, giving keys to study the sediments origin at the Sucuriju river mouth.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Sedimentologia
Foz do rio Amazonas
Cinturão Lacustre Oriental
Hidrodinâmica e sedimentação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CaracterizacaoTexturalMineralogica.pdf10,8 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons