Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1777
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise e interpretação morfológica a partir de seções sísmicas rasas na porção central da baía de Marajó-Pará
metadata.dc.creator: ARAÚJO, Lidiane Cristina Lima de
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVEIRA, Odete Fátima Machado da
Issue Date: 2011
Citation: ARAÚJO, Lidiane Cristina Lima de. Análise e interpretação morfológica a partir de seções sísmicas rasas na porção central da baía de Marajó-Pará. Orientadora: Odete Fátima Machado da Silveira. 2011. 77 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2011. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1777. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho é parte dos projetos de pesquisa tecnológicos “PIATAM-mar” (Potenciais Impactos Ambientais do Transporte de Petróleo e Derivados na Zona Costeira Amazônica), “AMASIS” (Integração de dados Geofísicos, Geológicos e Geoquímicos na Reconstituição da Paleogeografia da Costa Amazônica do Terciário ao Recente) e “PLAT-NNE” caracterização fisiográfica da plataforma continental: Áreas Touros (NE) e foz do Amazonas (N)), com a parceria da Petrobras. A baía de Marajó está inserida no complexo estuarino marajoara que se inicia na baía das Bocas abrangendo o rio Pará. Sendo essa região carente de informações de cunho geofísico, o trabalho vem contribuir para o conhecimento de parte da área na interpretação e o reconhecimento da morfologia superficial de fundo a partir de seções sísmicas de alta resolução juntamente com a confecção de perfis batimétricos. O levantamento sísmico foi realizado nos dias 15 e 16/03/06 a bordo do barco “Velho Chico”. Dos 19 perfis levantados, sete abrangem a área analisada da baía do Sol à ilha de Santana interpretados com o uso dos softwares Discovery Subbottom 3.33 (Versão Demo), e do Surfer9 e Adobe Photoshopcs3 onde foram compostos três perfis numa escala gráfica cada um. Os perfis batimétricos foram confeccionados a partir da carta náutica 2007 utilizando o software Global Mapper. Foi utilizado o perfilador de subfundo do tipo chirp modelo SB-512i (X-Star) de freqüências 0.5-12 kHz em pulsos FM WB e o DGPS. O padrão acústico apresentado pelas três Unidades sísmicas identificadas revelou-se uniforme nas três seções analisadas, sendo compostas basicamente de sedimentação fina (silte-argilosos) e areias depositados em regime hidrodinâmico de menor e maior energia respectivamente. A relação entre as morfologias das seções sísmicas e batimétricas indicaram duas áreas (setores oeste e leste) na baía de Marajó com diferenças na dinâmica sedimentar e de circulação tendo no setor oeste a predominância de bancos, canais e barras arenosos depositados sob hidrodinâmica forte e no leste um relevo mais suave e canais localizados junto às margens compondo sedimentos mais finos característica de ambiente deposicional. A sísmica rasa permitiu o detalhamento da morfologia superficial e fundo, já que garantem dados com alta resolução e grande precisão. Com uma larga integração das correntes fluviais e correntes de marés, classifica-se o estuário da baía de Marajó como um ambiente altamente dinâmico e de energia mista.
Abstract: The work is part of the research projects technologiques PIATAM-sea "(Potential Environmental Impacts of Transport Petroleum Products in the Amazon coastal zone)," AMASIS "(Integration of Geophysical, Geological and Geochemical Reconstruction of the palaeogeography of the Coast Amazon Tertiary to Recent) and "PLAT-NNE" characterization of the physiographic continental shelf: Bulls Areas (NE) and the Amazon estuary (N)), in partnership Petrobras. The bay is part of Marajo marajoara estuarine complex that begins in the Bay of Bocas spanning the river Para.Since this region lacks stamp of geophysical information, the paper adds to the knowledge of the area in the interpretation and recognition of surface morphology background from high-resolution seismic sections along with the production of bathymetric profiles. The seismic survey was conducted on 15 and 03.16.2006 on board the boat "Velho Chico". Profiles of the 19 surveyed, seven cover the measured area of the bay to the island of the Sun Santana interpreted with the use of software Discovery Subbottom 3.33 (Demo Version), and Adobe and Surfer9 Photoshopcs3 compound where they were three profiles in each graphic scale. The bathymetric profiles were made from 2007 nautical chart using the Global Mapper software. Profiler was used to chirp like compartment model SB-512i (X-Star) of frequencies 0.5-12 kHz pulsed FM WB and the DGPS. The acoustic pattern displayed by the three seismic units identified proved to be uniform in the three sections analyzed, being composed primarily of fine sediment (silt-clay) and sand deposited in the hydrodynamic regime of lower and higher energy respectively. The relationship between the structure of the seismic and bathymetric indicated two areas (western and eastern sectors) in the Bay of Marajo with differences in sediment dynamics and circulation in the western sector with the predominance of banks, channels and sand bars deposited under strong hydrodynamic and east a softer and relief channels located along the banks composing finer sediments characteristic of the depositional environment. The shallow seismic allowed the details of the surface morphology and bottom, because it guarantees data with high resolution and high accuracy. With a broad integration of river currents and tidal currents, ranks the estuary of the Bay of Marajo as a highly dynamic environment and energy mixed.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Sísmica rasa
Sismo-Estratigrafia
Morfologia superficial de fundo
Perfis batimétricos. Baía de Marajó (PA)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseInterpretacaoMorfologica.pdf4,52 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons