Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1765
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Fácies e petrografia da sucessão vulcanoclástica-siliciclástica pré-cambriana no testemunho AVL8-FD6, noroeste da Serra dos Carajás
metadata.dc.creator: COSTA, Franco Felipe Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: NOGUEIRA, Afonso César Rodrigues
Issue Date: 2015
Citation: COSTA, Franco Felipe Oliveira da. Fácies e petrografia da sucessão vulcanoclástica-siliciclástica Pré-Cambriana no testemunho AVL8-FD6, noroeste da Serra dos Carajás Orientador: Afonso César Rodrigues Nogueira. 2015. 75 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1765. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: No sudeste do cráton Amazônico encontra-se uma das maiores províncias metalogenética do mundo, a Província Mineral de Carajás disposta como expressivo conjunto geomorfológico caracterizado por serras e platôs de direção geral E-W. É portadora de um amplo registro sedimentar pré-cambriano, porém coberto por densas e florestas e solos. O procedimento mais adequado para se obter a mais completa leitura estratigráfica numa área com estas dificuldades, é sem dúvida, a descrição e interpretação de testemunhos de sondagem, no qual está pautado este trabalho. O testemunho de sondagem AVL8-FD6 (Alvo Salvador) cedido pela Empresa Vale situa-se na porção noroeste da Serra do Carajás, próximo a região da Mina do Igarapé Bahia, sudeste do Estado Pará. Corresponde a uma sucessão vulcanoclástica-siliciclástica representada por depósitos vulcanoclásticos com eventuais níveis de rochas siliciclásticas associadas; em contato discordante erosivo (S1) com rochas predominantemente siliciclásticas associadas a rochas vulcanoclásticas discretas; subdividida nas unidades litoestratigráficas Grupo Igarapé Bahia e a Formação Águas Claras. Ambas cortadas por corpos gabróicos de natureza máfica. O estudo petrográfico da sucessão permitiu a distinção de seis litofácies: quartzo-arenito cloritizado (Am), ignimbrito tipo cristal tufo (Ict), ignimbrito foliado (If), ignimbrito tipo lapili (Itl), quartzo-arenito com laminação cruzada (Acz) e quartzo-arenito com laminação quasi-planar (Aq). O hidrotermalismo foi responsável pela ampla modificação nas litofácies por vezes mascarando as estrutura primárias principalmente nos ignimbritos e tufos, favorecendo a autigênese de clorita e desvitrificação das pummices. A sucessão é toda afetada por alteração hidrotermal que acompanha processos de cloritização, carbonatação e seritização. A análise do conjunto dos dados permitiu a interpretação que as litofácies da porção basal do testemunho AVL-FD6 atribuídas ao Grupo Igarapé Bahia foram depositadas em Bacia vulcânica subaérea; e as litofácies referidas à Formação Águas Claras se deram em bacia continental no ambiente fluvial entrelaçados perturbada por eventos magmáticos na sua fase inicial.
Abstract: In the southeast part of the Amazon Craton is located one of the biggest metallogenic provinces in the world, Carajás Mineral Province, which is an expressive geomorphological setting, comprising E-W oriented mountains and plateaus. It contains a large precambrian sedimentary register, covered, however, by a dense forest and soils. The most appropriate procedure to obtain complete stratigraphic data in an area with these difficulties is, no doubt, the description and interpretation of drill hole samples, in which this research is concerned. The drill hole AVL8-FD6 (Salvador Target) samples were collected in the northeast part of Carajás Mountain, near Igarapé Bahia Mine, southeast of Pará State, and were given by Vale mining company. It corresponds to a vulcanoclastic/siliciclastic sequence, represented by vulcanoclastic deposits associated with rare siliciclastic levels; in erosive discordant contact (S1) meanly with siliciclastic rocks associated with vulcanoclastic secondarily; subdivided in the lithostratigraphic units Igarapé Bahia Group and Águas Claras Formation. Both cut by mafic nature gabroic bodies. The petrographic study of this succession allowed the distinction of six lithofacies: chlorotized quartz-sandstone (Am), tuff crystal ignimbrite (Ict), foliated ignimbrite (If), lapilli ignimbrite (Itl), quartz-sandstone with cross lamination (Acz) and quartz-sandstone with almost planar-lamination (Aq). The hydrothermalism was responsible for the large modifications in the lithofacies, sometimes obliterating the primary structures, mainly in the ignimbrites and tuffs, leading to the chlorite autigenesis and pumice devitrification. The succession is all affected by hydrothermal alteration, accompanying chlorotizarion, carbonatization and sericitization. The integrated review suggests that the drill hole AVL-FD6 basal lithofacies, attributed to Igarapé Bahia Group were deposited in a subaerial volcanic basin; and the lithofacies related to Águas Claras Formation were deposited in continental a basin, in a fluvial environment, disturbed by magmatic events in its initial phase.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::ESTRATIGRAFIA
CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::SEDIMENTOLOGIA
Keywords: Geologia estratigráfica - Pré-cambriano
Fácies (Geologia) - Carajás, Serra dos (PA)
Sedimentação e depósitos - Carajás, Serra dos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_FaciesPetrografiaSucessao.pdf7,62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.