Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1761
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Petrografia e geoquímica dos granitos pedra do sal e jurema, Parnaíba – Piauí
metadata.dc.creator: ARAGÃO, Arthur Jeronimo Santana
metadata.dc.contributor.advisor1: GORAYEB, Paulo Sergio de Sousa
Issue Date: 2015
Citation: ARAGÃO, Arthur Jeronimo Santana. Petrografia e geoquímica dos granitos pedra do sal e jurema, Parnaíba – Piauí. Orientador: Paulo Sergio Souza Gorayeb. 2015. 85 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1761. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A região costeira do Estado do Piauí é composta por depósitos sedimentares do paleozoico da Bacia do Parnaíba. Esta região está inserida entre duas grandes unidades geológicas/geotectônicas importantes, que são, a Província Borborema o fragmento cratônico São Luís. A oeste da área está localizado o fragmento cratônico São Luís, que é formado por rochas granitóides e sequências metavulcanosedimentares do Paleoproterozoico, expostas em janelas erosivas e tectônicas em meio a rochas sedimentares. O fragmento cratônico São Luís é margeado pelo Cinturão Gurupi do Neoproterozoico. Já a leste da área encontra-se a Província Borborema, caracterizada pela complexidade e variedade de rochas metamórficas, ígneas e sedimentares, que representam importantes marcadores temporais de processos geológicos de várias naturezas e tipos. Neste trabalho foram estudados os granitos Pedra do Sal e Jurema, que são corpos isolados pela cobertura de rochas sedimentares da região, e expostos através de janelas erosivas. Do ponto de vista petrográfico, o Granito Pedra do Sal foi descrito como uma rocha fanerítica de granulação grossa, textura granítica, e classificada como biotita-hornblenda monzogranito, e possuindo, ainda, faixa milonítica que modificou a trama de forma local. Já o Granito Jurema é petrograficamente descrito como uma rocha fanerítica de granulação média, e textura granítica com deformação acentuada, e classificada como muscovita-biotita microsienogranito. Quanto aos aspectos geoquímicos, o Granito Pedra do Sal mostrou-se metaluminoso, do tipo I, com assinatura geoquímica de ambiente tectônico de intraplaca tardi-orogênico, enquanto o Granito Jurema é peraluminoso do tipo S, formado em ambiente arco magmático sin-colisional, e ambos apresentaram assinaturas de ETR’s com moderado a forte fracionamento, mais acentuado nos leve (TRL) e suave anomalia em európio. Em termos conclusivos os dois granitos não apresentam semelhanças significativas para correlaciona-los, e também divergem nos aspectos petrográficos do Granito Chaval, que é o granito de maior relevância que aflora na região, entretanto, mostram-se semelhantes nos aspectos petrográficos e geoquímicos aos granitos do fragmento cratônico São Luís e Cinturão Gurupi, como o Granito Negro Velha, que é um monzogranito com anfibólio e biotita, metaluminoso do tipo I, formado em ambiente tarde tectônico, e granitos a duas micas, peraluminosos tipo S da Suíte Tracuateua que se assemelham ao Granito Jurema.
Abstract: The coastal region of Piauí State comprises paleozoic sedimentary deposits from Parnaíba Basin. This region is located between two big important geologic/geotectonic units, which are The Borborema Province and a São Luís Craton fragment. In the western part of the area, is located the São Luis Craton fragment, which comprises granitoids and paleoproterozoic Metavulcanosedimentary sequences, exposed in erosive and tectonic windows surrounded by sedimentary rocks. The São Luis cratonic fragment is surrounded by the neoproterozoic Gurupi Belt. On the other hand, in the east part of the area is located the Borborema Province, characterized by its complexity and large varity of metamorphic, igneous and sedimentary rocks, that represent important time markers of different types and natures. This search studied Pedra do Sal and Jurema Granites, whose bodies are isolated from the regional sedimentary rock cover, and are exposed though an erosive windows. Petrography has revealed that Pedra do Sal Granite is a coarse-grained faneritic rock, with granitic texture, and classified as a biotite-hornblende monzogranite, still having a milonitic band that locally modify the trame. On the other hand, Jurema Granite is petrographically described as a mediun-grained faneritic rock, with granitic texture, high deformation and classified as moscovite-biotite microsienogranite. In terms of geochemical composition, Pedra do Sal Granite is metaluminous, Tipe I and its geochemical signature indicates late orogenic intraplate tectonic environment, while Jurema granite is peraluminous, Tipe S and comprises sin-colisional magmatic arc environment. Its REE distribution sugests strong fractionation, more acentuated in light REE, and soft Europium anomaly. When compared, both granites do not show important similarities. So they cannot be correlated and also diverge in petrographic aspects with Chaval Granite. However, their petrographic and geochemical aspects are compatible to São Luis Craton and Gurupi Belt granites, like Negra Velha Granite, that is a metaluminous, tipe I monzogranite with anfibole and biotite, formed in late tectonic environment; and the two micas, peraliminous, tipe S granites from Tracuateua Suite, that are similar to Jurema Granite.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::PETROLOGIA
CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOQUIMICA
Keywords: Geoquímica
Petrografia
Granito Pedra do Sal
Granito Jurema (Piaui)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PetrografiaGeoquimicaGranitos.pdf3,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.