Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1740
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Interpretação gravimétrica das bacias sedimentares de Taubaté e do Recôncavo
metadata.dc.creator: SANTOS, Raphael di Carlos Silva dos
metadata.dc.contributor.advisor1: SANTOS, Darcicléa Ferreira
Issue Date: 2011
Citation: SANTOS,Raphael di Carlos dos. Interpretação gravimétrica das bacias sedimentares de Taubaté e do Recôncavo. Orientadora: Darcicléa Ferreira Santos. 2011. 50 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geofísica) – Faculdade de Geofísica, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2011. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1740. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Obter informações sobre a interface de separação entre o embasamento e o pacote sedimentar é de grande importância para a exploração de hidrocarbonetos, pois a partir do conhecimento desta interface podemos localizar prováveis feições propícias à acumulação de óleo e gás. Apresentamos neste trabalho a interpretação de três perfis gravimétricos na Bacia de Taubaté, localizada no estado de São Paulo, e de dois perfis gravimétricos na Bacia do Recôncavo, localizada no estado da Bahia. Aplicamos o método do ajuste robusto de polinômios nos dados gravimétricos de ambas as bacias para obter a anomalia Bouguer devido à bacia sedimentar. Na bacia sedimentar de Taubaté aplicamos em duas etapas o método do ajuste robusto de polinômios para remover efeitos de grande comprimento de ondas devido principalmente a interface crosta-manto. Para a bacia do Recôncavo utilizamos o método do ajuste robusto de polinômios em dados gravimétricos Bouguer corrigidos do efeito gravimétrico devido à crosta-manto. Obtivemos as interpretações do delineamento do relevo do embasamento, de ambas as bacias, utilizando o método de inversão não linear com o vínculo de suavidade global. A interpretação gravimétrica do relevo do embasamento da Bacia de Taubaté mostrou uma profundidade média de 895 m, indicando um embasamento raso, enquanto que a interpretação gravimétrica do relevo do embasamento da Bacia do Recôncavo mostrou uma profundidade média de 6,32 km, indicando um embasamento profundo. Ambas as interpretações estão consistentes com análises estruturais presentes na literatura.
Abstract: Getting information of the interface separating the basement and the sedimentary package is of great importance on hydrocarbon exploration. From the knowledge of this interface we can infer the localization of propitious features of oil and gas accumulation. We present the interpretation of three gravity profiles in Taubaté Basin, located in São Paulo state, and two gravity profiles in Recôncavo Basin, located in Bahia state. We apply the robust polynomial fitting method in gravity data to get the residual Bouguer anomaly resulting from the sedimentary basin. In Taubaté Basin we apply the robust polynomial fitting method in two stage, to mainly remove the effect of great wave length resulting from the crust-mantle interface. For Recôncavo Basin we use the robust polynomial fitting method in Bouguer gravitiy data corrected of the gravity effect due to crust-mantle. We got the interpretation of basement relief delineation, of both basins, using the method of non-linear inversion and smoothness constraint. The gravity interpretation of Taubaté Basin´s basement relief showed an average depth of 895 m, indicating a shallow basement, whereas the gravity interpretation Recôncavo Basin´s basement relief showed an average depth of 6,32 km, indicating a deep basement. Both interpretations are consistent with structural analyses found on literature.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA
Keywords: Interpretação Gravimétrica
Inversão não linear
Bacia de Taubaté
Bacia do Recôncavo
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geofísica - FAGEOF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_InterpretacaoGravimetricaTaubate.pdf1,5 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons