Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1697
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Efeitos do aquecimento com saltos ou sprints na potencialização do desempenho neuromuscular
metadata.dc.creator: MONTEIRO, Cristian Cunha
metadata.dc.contributor.advisor1: COSWIG, Victor Silveira
Issue Date: 28-Jun-2019
Citation: MONTEIRO, Cristian Cunha. Efeitos do aquecimento com saltos ou sprints na potencialização do desempenho neuromuscular. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Educação Física) -- Campus Universitário de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Castanhal, 2019. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1697. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Capacidades físicas como força, velocidade e potência são fatores determinantes do desempenho, e sua otimização em treinamento ou competição pode ser melhorada através de um aquecimento adequado, no qual, ganham destaque os modelos de treinamento pliométricos. Outra possível estratégia da sua utilização baseia-se no fenômeno denominado de potencialização pós ativação (PPA). O objetivo do presente estudo foi avaliar os efeitos de PPA a partir de diferentes protocolos envolvendo Sprints repetidos (SR) e/ou saltos verticais (SV) nos testes de velocidade e impulsão vertical em atletas de universitários de futsal. Para isso, os participantes foram submetidos de forma aleatória e individualizada a cada modelo experimental para a indução da PPA e posteriormente a coleta de dados de desempenho de countermovement jump (CMJ), Squat Jump (SJ) e velocidade em 10 (V10m) e 20 metros (V20m) imediatamente após cada procedimento, cinco minutos após e dez minutos pós-tratamento experimental. Após análise da distribuição dos dados pelo teste de Shapiro-Wilk, os resultados são apresentados como média e desvio padrão, quando identificada significância estatística, as diferenças foram localizadas por meio do post-hoc de Bonferroni. As análises e a significância foram estabelecidas quando p<0,05. Em conclusão, houve melhora de 11% do desempenho de V10m e 6% na V20m precedido por protocolo de SR. Entretanto, parece não haver efeito para protocolos de SV e SR + SV nos testes de velocidade. Para salto CMJ, não foram observados melhoras de desempenho a partir dos protocolos propostos. Entretanto, na realização de SV + SR houve diminuição do desempenho do SJ, não havendo diferença na realização dos demais protocolos. Sugere-se, dessa forma, que preparadores físicos e atletas possam incluir protocolos de aquecimentos como SR em determinadas fases de um programa de treinamento físico no qual o desenvolvimento de potência seja o objetivo principal.
Abstract: Physical abilities such as strength, speed and power are performance determinants, and their optimization in training or competition can be improved through adequate heating, in which the plyometric training models stand out. Another possible strategy of its use is based on the so-called post-activation potentiation (PAP) phenomenon. The objective of the present study was to evaluate the effects of PPA from different protocols involving repeated Sprints (SR) and / or vertical jumps (SV) in the tests of velocity and vertical impulsion in futsal college athletes. To that end, the participants were randomly and individually submitted to each experimental model for the induction of PPA and then the data collection of countermovement jump (CMJ), Squat Jump (SJ) and velocity in 10 (V10m) and 20 meters (V20m) immediately after each procedure, five minutes after and ten minutes after experimental treatment. After analyzing the distribution of the data by the Shapiro-Wilk test, the results are presented as mean and standard deviation, when statistical significance was identified, the differences were located through Bonferroni post-hoc. Analyzes and significance were established when p <0.05. In conclusion, there was an improvement of 11% of the performance of V10m and 6% in V20m preceded by SR protocol. However, there seems to be no effect for SV and SR + SV protocols in speed tests. For CMJ jump, no performance improvements were observed from the proposed protocols. However, in performing SR + SR there was a decrease in SJ performance, and there was no difference in the performance of the other protocols. It is suggested, therefore, that physical trainers and athletes can include warm-up protocols as SR at certain stages of a physical training program in which power development is the main objective.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Keywords: Aptidão física
Exercícios físicos
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Educação Física - FAEF/CCAST

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EfeitosAquecimentoSaltos.pdf432,54 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons