Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1643
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Eventos extremos na Amazônia: avaliação da seca de 2005 e 2010 na bacia hidrográfica do rio Solimões
metadata.dc.creator: SERRÃO, Edivaldo Afonso de Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: LIMA, Aline Maria Meiguins de
Issue Date: 2016
Citation: SERRÃO, Edivaldo Afonso de Oliveira. Eventos extremos na Amazônia: avaliação da seca de 2005 e 2010 na bacia hidrográfica do rio Solimões. Orientadora: Aline Maria Meiguins de Lima. 2016. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Meteorologia) - Faculdade de Meteorologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1643. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A bacia hidrográfica do rio Solimões tem sua recarga hídrica modulada por diversos sistemas atmosféricos, onde a porção norte sofre maior influência da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e a porção sul tem influência da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), bem como aglomerados convectivos e sistemas frontais atuantes nessa região. Contudo eventos de El Niño e Dipolo do Atlântico podem modular o regime pluvial causando estiagens severas. O objetivo deste estudo foi analisar o comportamento pluviométrico na bacia hidrográfica do rio Solimões nos anos de 2005 e 2010, marcados como as maiores secas do século na Amazônia. Os resultados obtidos mostraram que a pluviometria na bacia do rio Solimões foi drasticamente reduzida na região sudoeste em 2005. Já em 2010 toda a porção oeste e sul da bacia foram afetadas durante a seca. Este comportamento está vinculado ocorrência dos fenômenos ENOS fase positiva e do dipolo do Atlântico positivo, que são fortes moduladores da precipitação na Amazônia. Logo, observa-se que o rio Solimões tem sofrido com os fenômenos climáticos que atuam na Região Amazônica, com consequente repercussão nas cidades que se localizam as suas margens.
Abstract: The basin of the Solimões river has its water recharge modulated by various weather systems, where the northern part suffers greater influence of Intertropical Convergence Zone (ITCZ) and the southern portion influences the convergence zone of the (SACZ) south Atlantic and convective clusters and frontal systems operating in this region. However events of El Nino and the Atlantic Dipole can modulate the rainfalls causing severe droughts. The objective of this study was to analyze the rainfall behavior in the basin of the Solimões River in 2005 and 2010, marked the worst droughts of the century in Amazônia. The results showed that the rainfall in the Solimões basin has been drastically reduced in the southwest region in 2005. In 2010 the entire western and southern portion of the basin were affected during drought. This behavior is linked occurrence of ENSO phenomena positive phase and the positive dipole Atlantic, which are strong modulators of precipitation in the Amazon. Therefore, it is observed that the Solimões river has suffered from the weather phenomena that operate in the Amazon region, with consequent impact on the cities that are located on its banks.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::METEOROLOGIA::CLIMATOLOGIA
Keywords: Secas
Climatologia
Rio Solimões - AM
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Meteorologia - FAMET/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EventosExtremosAmazonia.pdf2,23 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.