Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1605
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: As repercussões maternas diante a hospitalização em uma enfermaria pediátrica
metadata.dc.creator: MARQUES, Bruna Damasceno
BECHIR, José Maurício Pinheiro
metadata.dc.contributor.advisor1: PARENTE, Andressa Tavares
Issue Date: 2018
Citation: MARQUES, Bruna Damasceno; BECHIR, José Maurício Pinheiro. As repercussões maternas diante a hospitalização em uma enfermaria pediátrica. Orientadora: Andressa Tavares Parente. 2018. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1605. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A hospitalização é um processo causador de estresse e ansiedade, principalmente quando o paciente é uma criança, deixando-a fragilizada e com medo do ambiente hospitalar, uma vez que no mesmo geralmente ocorre procedimentos dolorosos. Porém, este processo não interfere somente na saúde psicossocial da criança, como também aos que estão ao seu redor. É fundamental que os profissionais, principalmente os enfermeiros que estão em contato direto e contínuo, possam adotar um olhar diferenciado para essa mãe, prestando uma assistência humanizada, permitindo uma abordagem holística, não centrado somente no reestabelecimento da saúde da criança internada, mas se atentar para a saúde psicossocial da acompanhante, que em sua maioria são as mães. O objetivo deste trabalho é compreender e identificar as repercussões materna durante o período de internação infantil no setor da pediatria. Trata- se de uma pesquisa de campo, um estudo descritivo exploratório, transversal com abordagem qualitativa, tendo como local de estudo o Hospital de referência materno-infantil Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará. As entrevistas foram realizadas após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa, no mês de novembro de 2018. Participaram da pesquisa quinze mães que tinham filhos internados nas enfermarias pediátricas, e que atendiam ao critério de inclusão, e aceitarem participar da pesquisa. Os resultados foram obtidos através de um roteiro de entrevista semi- estruturado, e foram organizados e analisados em três etapas, através da análise do discurso de Bardin, de onde emergiram as seguintes categorias: Sentimentos vivenciados durante a hospitalização; Mudanças no cotidiano materno a partir da internação; Redes de apoio no contexto da internação; Dificuldades vivenciadas durante hospitalização; Práticas assistenciais à acompanhante. Com este estudo, foi possível perceber que a mãe como companheira é impactada de forma significativa, refletindo no seu estado de vida/saúde, e percebeu-se a importância das redes de apoio, sendo recorrente a presença da família, para minimizar esses fatores que causam impactos negativos. A pesquisa também evidenciou a carência de um olhar individualizado para as diferentes singularidades existentes no âmbito hospitalar, e a falta da assistência integral, pois muitos depoimentos acerca da assistência multiprofissional, e do profissional enfermeiro em si, revelava que as mães não eram incluídas no cuidado, e que a atenção à saúde era voltada somente à criança. Desta maneira, para que haja uma assistência de qualidade, é preciso entender que no período de hospitalização, a mãe e a criança são um único conjunto, e que a acompanhante precisa ser inserida nas intervenções da equipe hospitalar como um todo, e principalmente pela enfermagem, por ter contato mais frequente e próximo ao binômio.
Abstract: Hospitalization is a stress and anxiety process, especially when patient is a child, leaving her fragile and afraid of the hospital environment, once that painful procedures usually occur. However, this process does not only in the psychosocial health of the child, as well as those around her. It is fundamental that professionals, especially nurses who are in direct and continuous contact, can take a different look at this mother by providing humanized assistance, allowing a holistic approach, not only focused on the reestablishment of the hospitalized child's health, but to pay attention to the psychosocial health of the companion, who are most often the mother of these children. The objective of this work is to understand and identify maternal repercussions during the period of child hospitalization in the pediatrics sector. It is a field research, an exploratory descriptive study, with a qualitative approach, having as a place of study the Maternal and Child Reference Hospital “Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará”. The interviews were carried out after approval of the Research Ethics Committee, in November, 2018. Fifteen mothers who had children hospitalized in pediatric wards, who met the inclusion criterion, and accepted to participate in the study. The results were obtained through a semi-structured interview script, and were organized and analyzed in three stages, through the analysis of Bardin's discourse, from which the following categories emerged: Feelings experienced during hospitalization; Changes in maternal daily life from hospitalization; Support networks in the context of hospitalization; Difficulties experienced during hospitalization; Practical assistance to the companion. With this study, it was possible to perceive that the mother as a partner is significantly impacted, reflecting on her state of life / health, and the importance of the support networks was perceived, and the presence of the family was recurrent to minimize those factors that cause negative impacts. Research also evidenced the lack of an individualized look at the different singularities existing in the hospital environment, and the lack of integral assistance, since many testimonies about multiprofessional assistance, and the professional nurse itself, revealed that mothers were not included in care, and that health care was directed only at the child. This In order to ensure quality care, it is necessary to understand that during the hospitalization period, the mother and child are a single set, and that the companion needs to be inserted into the interventions of the hospital staff as a whole, and especially nursing, by having more frequent contact and close to the binomial.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM PEDIATRICA
Keywords: Hospitalização infantil
Enfermagem pediátrica
Saúde holística
Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMPA)
Mães
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_RepercussoesMaternasDiante.pdf506,21 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons