Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1562
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Processamento sísmico convencional e CRS-2D de dados reais da Bacia do Amazonas
metadata.dc.creator: FERREIRA, Danilo Galvão
metadata.dc.contributor.advisor1: CALLAPINO, German Garabito
Issue Date: 2009
Citation: FERREIRA, Danilo Galvão. Processamento sísmico convencional e CRS-2D de dados reais da Bacia do Amazonas. Orientador: German Garabito Callapino. 2009. 102 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geofísica) – Faculdade de Geofísica, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2009. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1562. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Entre as muitas dificuldades na exploração de petróleo na Região Amazônica, as soleiras de diabásio existentes na Bacia do Amazonas, apesar de terem executado um importantíssimo papel durante o processo de maturação da matéria orgânica, dificultam a exploração sísmica por causarem espalhamento da onda sísmica e gerarem reflexões múltiplas, aumentado o risco exploratório pela formação de falsas estruturas devido aos efeitos de pull-up e pull-down. Neste contexto, o presente trabalho apresenta os resultados do processamento sísmico convencional e não convencional de dados das linhas 0204-RL-0053, 0204-RL-0057 e 0204-RL-0058 da Bacia do Amazonas com o objetivo de melhorar as imagens sísmicas das seções processadas. Os métodos convencionais aplicados são o empilhamento CMP, a migração Pós-empilhamento e a migração Pré-empilhamento em tempo, e como método não convencional foi aplicado o método de empilhamento por superfície de reflexão comum (CRS). Os resultados das duas técnicas de empilhamento sísmico (CMP e CRS) serão comparados com a finalidade de mostrar a eficiência do método CRS na geração de imagens sísmicas de melhor qualidade, apesar dos resultados obtidos com a técnica de migração de Kirchhoff após empilhamento convencional CMP em tempo, também, ter se mostrado bastante eficiente na reconstrução da imagem dos refletores. O ganho na qualidade dos resultados finais processados com a técnica de empilhamento CRS foi satisfatório em relação aos resultados dos métodos convencionais.
Abstract: Among the several problems in prospecting for oil and gas in the Amazon region, diabase sills occurring in the Amazonas Basin (Brazil), in spite of its role in the maturation of the organic matter that originated all hydrocarbons accumulations known so far, still poses difficulties for exploration seismic, causing anomalous seismic wave spreading, multiple reflactions and pull-up and pull-down effects, consequently rising the exploration risk. The present work then presents the results of the conventional and non-conventional seismic processing of the survey lines 0204-RL-0053, 0204-RL-0057 and 0204-RL-0058 acquired in the Amazonas Basin, with the objective of enhancing the seismic images of these cited sections. The conventional methods applied were CMP stacking, prestack time and depth migration, and the non-conventional CRS (common reflection surface) stacking technique. The results of both stacking methods (CMP and CRS) were compared to each other in order to show the efficiency of the CRS method in generating seismic images with superior resolution, when compared to the results of the efficient images generated by prestack Kirchhoff migration (in time or in depth). The gain in quality (i.e., resolution) of the final processed data using the CRS stacking was considered satisfactory when compared to conventional methods.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA
Keywords: Processamento sísmico
Empilhamento CRS
Bacia do Amazonas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geofísica - FAGEOF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ProcessamentoSismicoConvencional.pdf12,9 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons