Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1453
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Fatores que influenciam na adesão e permanência do tratamento farmacológico e não farmacológico do paciente com diabetes mellitus tipo 2
metadata.dc.creator: SOUSA, Andressa Costa de
VALE, Érika Vitória Navegantes do
metadata.dc.contributor.advisor1: CRUZ, Andréia Pessoa da
Issue Date: 2015
Citation: SOUSA, Andressa Costa de; VALE, Érika Vitória Navegantes do. Fatores que influenciam na adesão e permanência do tratamento farmacológico e não farmacológico do paciente com diabetes mellitus tipo 2. Orientadora: Andréia Pessoa da Cruz. 2015. 65 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1453. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O diabetes mellitus (DM) é definida por um grupo de doenças caracterizado pela hiperglicemia sanguínea causada pela deficiência na ação, secreção da insulina ou em ambos. Existem vários tipos de DM, dentre eles destaca-se o tipo 2, que corresponde aproximadamente a 90 a 95% dos casos A etiologia exata do DM tipo 2 não é completamente elucidada, porém sabe-se que o fator hereditário neste tipo possui maior importância do que no tipo 1. Sabe-se, também, que existe grande relação entre o DM tipo 2 e a obesidade, embora a mesma não necessariamente está ligada com a doença. Por se tratar de doença progressiva, o DM tipo 2 na maioria das vezes irá exigir a administração de medicamentos, visto que isoladamente as condutas não medicamentosas tornam-se, muitas vezes, insuficientes para manter o controle glicêmico adequado. O estudo teve como objetivos: desvelar os fatores que influenciam na adesão ou permanência dos pacientes com DM tipo 2 ao tratamento; descrever o perfil social, demográfico, econômico e epidemiológico dos pacientes portadores de DM; identificar os tipos de tratamento oferecidos e realizados. Trata-se de uma pesquisa descritiva, transversal, com abordagem quantitativa. O perfil dos pacientes entrevistados no HUJBB durante esta pesquisa foi caracterizado, em sua maioria, mulheres, entre 50 e 59 anos, morando na zona urbana, com ensino médio completo ou incompleto, cor parda e renda familiar de 1 a 2 salários mínimos. Destaca-se a importância para o pouco conhecimento dos pacientes acerca das possíveis complicações da doença, visto que este fato influencia na adesão ao tratamento. Por isto, se faz necessário uma busca ativa sobre o conhecimento dos pacientes durante as consultas multiprofissionais e uma abordagem compartilhada entre pacientes e profissionais de saúde a fim de suprir as lacunas de conhecimento dos pacientes diabéticos. Foi possível concluir com esta pesquisa que as variáveis que influenciam na adesão ao tratamento de diabetes são multifatoriais. Entretanto as principais estão classificados em: características do tratamento - longo tempo de duração, custo financeiro, regras fixas e por vezes efeitos indesejáveis; comportamento do paciente - resistência em mudar o estilo de vida; fatores sociais - principalmente apoio familiar e confiança nos profissionais repassada pelos profissionais de saúde.
Abstract: Diabetes mellitus (DM) is defined as a group of diseases characterized by hyperglycemia due to insuline deficiency in secretion, action, or both. There are several types of DM, among them is distinguished the type 2, which corresponds to approximately 90 to 95% of the cases. The exact etiology of type 2 diabetes is not fully understood, but it is known that the hereditary factor in this type has greater importance than in type 1. As a progressive disease, DM type 2, in the majority of cases, will require medication administration, since isolated non-pharmacologic strategies are insufficient to maintain adequate glycemic control. This study aimed to: reveal the factors that influence the adherence of type 2 DM patients treatment; describe the social, demographic, economic, and epidemiological profile of patients with DM; identify the types of treatment provided and realized. This is a descriptive, transversal, quantitative study. The interviewed patients profile of in HUJBB during this research was characterized mostly as women, between 50 and 59, living in urban areas, with complete or incomplete secondary education, brown and with family income between 1-2 minimum wage. It highlights the importance of the poor knowledge level of the patients about possible complications caused by the disease, since this fact influences the adherence of treatment. It is noteworthy the poor knowledge of the patients about possible complications of the disease, since this fact influences the adherence to treatment. Therefore, it is necessary to be pro-active and be aware of the knowledge level of patients during the multidisciplinary consultation and strategizes between patients and health professionals with the objective to overcome the lack of knowledge of diabetic patients abour their disease. It was possible to conclude from this research that the variables that influence treatment adherence in diabetes are multifactorial. However the main can be classified as: characteristics of treatment - long duration, financial cost, fixed rules and undesirable effects; behavior of the patient - resistance to change the lifestyle; social factors - family support and confidence in the health professionals.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM DE SAUDE PUBLICA
Keywords: Diabetes mellitus
Hiperglicemia
Tratamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_FatoresInfluenciamAdesao.pdf1,03 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons