Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1406
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Perfil sociodemográfico e clínico de pessoas com colostomia no contexto amazônico
metadata.dc.creator: SILVA, Maria Samara Alves da
BASTOS, Mayara Gabriela Salgado Murici
metadata.dc.contributor.advisor1: CUNHA, Regina Ribeiro
Issue Date: 2015
Citation: SILVA, Maria Samara Alves da; BASTOS, Mayara Gabriela Salgado Murici. Perfil sociodemográfico e clínico de pessoas com colostomia no contexto amazônico. Orientadora: Regina Ribeiro Cunha. 2015. 76 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2015. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1406. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Trata-se de um estudo exploratório-descritivo, transversal, de campo, com abordagem quantitativa, que teve como objetivo descrever e analisar o perfil sociodemográfico e clínico da pessoa com colostomia no contexto amazônico. Os critérios de inclusão foram pessoas maiores de 18 anos, ambos os sexos, submetidos à cirurgia geradora de colostomia de caráter temporário ou definitivo, que comparecesse em Consulta de Enfermagem no Serviço de Estomaterapia - em uma Unidade de Referência Especializada da Secretária de Estado de Saúde Pública do Pará, agendados ou por demanda espontânea no período de junho de 2014 a maio de 2015. O critério de exclusão foi pessoas clinicamente debilitadas, limitação cognitiva ou queixas de dor. A amostra de conveniência foi composta por 70 pessoas com colostomia, as quais assinaram o TCLE. O instrumento de coleta de dados foi um questionário impresso, o qual contemplou as variáveis do estudo. Os dados foram organizados em um banco especifico para este estudo, com auxílio do programa Microsoft Excel®. Foi realizada análise por meio da estatística descritiva. Os resultados evidenciaram que 44 (62,86%) eram do sexo masculino; 22 estavam na faixa etária entre 45 a 60 anos (31,88%); 41 (60,3%) eram casados; 39 (55,71%) procedentes da região metropolitana de Belém; 39 (55,71%) possuíam ensino fundamental incompleto; 18 (25,71%) estavam afastados do trabalho; 22 (46,81%) recebiam auxílio doença; 31 (44,29%) com renda familiar de até 1 salário mínimo; 26 (38,23%) levavam de 1 a 3 horas para se deslocar de sua casa para o serviço; 34 (48,57%) dos entrevistados relataram depender do transporte público para chegar ao serviço; 32 (45,72%) pessoas apresentaram como causa geradora da estomia a neoplasia; 36 (53,73%) com colostomia de caráter temporário; 43 (64,18%) apresentavam estomia de formato irregular; 29 (43,28%) com modo de exteriorização terminal; 38 (54,28%) possuíam coloração da mucosa vermelha; 40 (63,49%) apresentaram efluente pastoso; 22 (51,16%) pessoas estavam com complicação em pele periestomia do tipo dermatite e 9 (27,7%) com complicação da estomia do tipo prolapso. Espera-se que, a partir destes resultados iniciais, outros trabalhos dessa natureza sejam elaborados, em que se obtenha o perfil das pessoas com estomia no contexto amazônico.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM MEDICO-CIRURGICA
Keywords: Colostomia
Amazônia
Cirurgia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PerfilSociodemograficoClinico.pdf1,45 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons