Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1376
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Perfil dos idosos submetidos à cirurgia oftalmológica e as implicações da hipertensão arterial: um estudo no Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza
metadata.dc.creator: ESPIRITO SANTO, Evelin Lorena Sousa do
MARINHO, Thamyris Abreu
metadata.dc.contributor.advisor1: TAVARES, Roseneide dos Santos
Issue Date: 2011
Citation: ESPIRITO SANTO, Evelin Lorena Sousa do; MARINHO, Thamyris Abreu. Perfil dos idosos submetidos à cirurgia oftalmológica e as implicações da hipertensão arterial: um estudo no Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza. Orientadora: Roseneide dos Santos Tavares. 2011. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2011. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1376. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O crescimento da população idosa se traduz no aumento das doenças crônico-degenerativas associadas aos agravos da senescência, assim como no aumento mais recentemente, de procedimentos cirúrgicos. Este trabalho objetivou verificar o perfil e a incidência de hipertensão arterial sistêmica (HAS) nos idosos submetidos à cirurgia oftalmológica no HUBFS. Trata-se de um estudo transversal, prospectivo, com análise quantitativa dos dados, sendo estes coletados a partir do questionário utilizado como instrumento de coleta. A verificação da PA seguiu a técnica preconizada nas VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial. O período da coleta foi de julho a dezembro de 2010. Dos 32 idosos da amostra, a maioria era do sexo feminino (53.1%), com idade média de 68.3 anos, pardos (56.3%), provenientes da região metropolitana de Belém (65.6%), escolaridade até o ensino fundamental incompleto ou completo (81.3%). Não exercem trabalho remunerado (81.3%), possuem renda familiar de até três salários mínimos mensais (87.5%). Apresentam IMC sem risco para doenças cardiovasculares (59.4%), não praticam atividade física (62.5%), não são etilistas (84.4%), nem tabagistas (93.8%). Alguns já se submeteram a cirurgia pelo menos uma ou duas vezes na vida (62.5%). Após a classificação dos níveis pressóricos, identificamos 81,3% de idosos hipertensos. Não houve relação estatisticamente significante entre a hipertensão e as variáveis: grupo etário, cor da pele, escolaridade, renda, atividade física, etilismo, tabagismo e outros fatores de risco como as cardiopatias, dislipidemias, ansiedade e diabetes. Resultados estatisticamente importantes foram evidenciados nas relações entre hipertensão e as variáveis: sexo, IMC, circunferência abdominal (CA) e experiência cirúrgica. Avaliada pelo teste t de Student para amostras independentes, verificouse que no sexo masculino a PAS média final foi significativamente maior que a do sexo feminino (p =0,01). Analisadas pelo Teste Correlação de Pearson (r), CA e IMC mostraram correlação moderada positiva (r=0.753; p=0.00). Entre as variáveis, IMC com a PAS (r=0.403; p=0.022) e PAD (r=0.457; p=0.009) e a CA com a PAS (r=0.409; p=0.020) e PAD (r=0.391; p=0.027), verificou-se uma correlação fraca positiva. O resultado da análise de regressão linear simples do IMC e CA com a HAS mostrou-se positiva e contínua, tanto com os valores de PAS (coeficiente β1 = 1.489) e PAD (coeficiente β1 = 1.155) com o IMC, como de PAS (coeficiente β1 = 0,498) e PAD (coeficiente β1= 0.325) com a CA, indicando que para cada aumento de uma unidade no IMC, a PAS aumentaria em 1.489 mmHg e a PAD aumentaria em 1.155 mmHg, e que para cada aumento de 1 cm na CA a PAS aumentaria em 0.498 mmHg e a PAD aumentaria em 0.325mmHg. Os valores da média e do desvio padrão da PAS e PAD por experiência cirúrgica da amostra revelou resultados estatisticamente significativos, sendo que entre os quatro grupos a diferença média entre a PAS (p=0.02) e a PAD (p=0.01) dos idosos com uma ou duas experiências cirúrgicas foi maior do que naqueles com três ou quatro experiências cirúrgicas (p=0.02), ao nível de significância de 5%. Portanto, identificar o perfil dos idosos submetidos à cirurgia oftalmológica foi importante para entender as demandas deste tipo de paciente e a influência que a HAS tem sobre os mesmos, revelando a necessidade de maior atenção nos cuidados assistenciais prestados.
Abstract: The aging population is reflected in the increase of chronic degenerative diseases associated with senescence, as well as more recently the increase in surgical procedures. This study aimed to verify the profile and incidence of hypertension (HBP) in elderly patients undergoing eye surgery in HUBFS. It is a cross-sectional, prospective, quantitative data analysis, which are collected from the questionnaire used as a tool collection. Verification of BP followed the procedures recommended in the VI Brazilian Guidelines on Hypertension. The collection period was from July to December 2010. Of the 32 elderly sample, the majority were female (53.1%), mean age 68.3 years, mulato (56.3%) from the metropolitan area of Belém (65.6%), education up to primary incomplete or complete ( 81.3%). Do not perform paid work (81.3%) have household incomes of up to three minimum wages (87.5%). BMI presented no risk for cardiovascular disease (59.4%), did not practice physical activity (62.5%), are not heavy drinkers (84.4%) or smokers (93.8%). Some have undergone surgery at least once or twice in your life (62.5%). After classification of blood pressure levels, we identified 81.3% of elderly hypertensive patients. There was no statistically significant relationship between hypertension and the variables: age, race, education, income, physical activity, alcohol consumption, smoking and other risk factors such as heart disease, lipid disorders, anxiety and diabetes. Statistically significant relationships were found between hypertension and gender, BMI, waist circumference (WC) and surgical experience. Evaluated by Student's t test for independent samples, we found that in males the final average SBP was significantly higher than females (p = 0.01). Analyzed using Pearson's correlation (r), WC and BMI showed moderate positive correlation (r = 0,753, p = 0.00).Among the variables, BMI and SBP (r = 0,403, p = 0.022) and DBP (r = 0,457, p = 0.009) and WC with SBP (r = 0,409, p = 0.020) and DBP (r = 0,391, p = 0027), there was a weak positive correlation. The result of simple linear regression analysis of BMI and WC with hypertension was positive and continuous, with both SBP (coefficient β1 = 1489) and DBP (coefficient β1 = 1155) with BMI, and SBP ( coefficient β1 = 0.498) and DBP (coefficient β1 = 0325) with WC, indicating that for every one-unit increase in BMI, SBP increase by 1,489 mmHg and DBP mmHg increase in 1155, and that for each increase of 1 cm in WC to increase by 0,498 mmHg SBP and DBP increase in 0.325mmHg. The mean values and standard deviation of SBP and DBP from experience of the surgical sample revealed statistically significant results, and among the four groups the mean difference between the SBP (p = 0.02) and DBP (p = 0.01) of the elderly with a two or surgical experience was greater than in those with three or four surgical experience (p = 0.02), the significance level of 5%. Therefore, identify the profile of elderly patients undergoing ophthalmic surgery was important to understand the demands of this type of patient and influence that hypertension has on them, revealing the need for greater attention to supportive care provided.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM::ENFERMAGEM MEDICO-CIRURGICA
Keywords: Idoso
Cirurgia
Oftalmologia
Hipertensão arterial sistêmica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Enfermagem - FAENF/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_PerfilIdososSubmetidos.pdf773,25 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons