Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1300
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Avaliação cardiovascular em pessoas vivendo com HIV/AIDS matriculadas na URE-DIPE-PA no período de outubro de 2017
metadata.dc.creator: VICENTE, Gustavo de Souza
TAVEIRA, Romário Bonfim
metadata.dc.contributor.advisor1: MONTEIRO, Ronaldo Costa
Issue Date: 2017
Citation: VICENTE , Gustavo de Souza; TAVEIRA, Romário Bonfim. Avaliação cardiovascular em pessoas vivendo com HIV/AIDS matriculadas na URE-DIPE-PA no período de outubro de 2017. Orientador: Ronaldo Costa Monteiro. 2017. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina) - Faculdade de Medicina, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará. Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1300. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A aids que antes era uma doença aguda passou a ser considerada uma doença crônica, contudo o aumento da sobrevida destes pacientes os expuseram aos efeitos degenerativos da doença e ao consequente surgimento de comorbidades não infecciosas relacionadas ao HIV e a toxidade do tratamento antirretroviral, dentre estas inclui-se as doenças cardiovasculares. Esses aumentos de eventos cardiovasculares em PVHA estão relacionados a uma série de fatores, dentre os quais está o estado inflamatório crônico próprio desta doença, o uso da TARV, com destaque para o uso dos inibidores de proteases que são responsáveis pela potencialização da dislipidemia nestes pacientes, sem deixar de citar alterações metabólicas e um estado mais “aterogênico” nessa população. As alterações metabólicas favorecem o surgimento de resistência à insulina, que representa um importante fator de risco para desencadear hipertensão arterial sistêmica. Essa resistência à insulina, a HAS, alterações do perfil lipídico e o aumento da cintura abdominal representam um quadro clinico conhecido como síndrome metabólica, que é um importante fator de risco para surgimento de doenças cardiovasculares. Objetivo: Descrever os principais fatores de risco cardiovasculares nas PVHA, utilizando a escore de Framingham, demonstrar o perfil lipídico das PVHA na UREDIPE-PA, identificar os principais antirretrovirais utilizados pelas PVHA na URE-DIPE-PA, descrever o perfil sócio - demográfico e os hábitos de vida das PVHA. Casuística e método: Foi realizado um estudo do tipo transversal, descritivo-analítico no período de outubro de 2017, com 46 indivíduos PVHA matriculados e acompanhados na URE-DIPE-PA. O presente projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará (ICS-UFPA), Número do Parecer: 112753/2017; CAE: 77367917.5.0000.0018. Resultados: Foram avaliados 46 pacientes matriculados na URE-DIPE-PA. O percentual do gênero masculino (63,1%) foi superior ao feminino (36,9), a faixa etária com maior frequência, foi entre 40-44 anos (26,1%), seguido da seguinte faixa etária 20-34 anos (21,7%) e de mais de 50 anos (21,7%). Há predominância de pessoas solteiras com (80,5%), seguindo dos casados com (10, 8%). Os que possuem rendimento até dois salários mínimos foram os que mais estavam com os diagnósticos (82,6 %), seguido os que tinham rendimento entre 3 a 5 salários mínimos (14,9%) e os que tinham rendimento acima de seis salários mínimos (2,1%). A maioria dos indivíduos (50%) procede de Belém e região metropolitana, sendo que os indivíduos procedentes do interior do estado foram bem expressivos (43,4%). Há um maior percentual entre os indivíduos que possuem o 2° grau completo (42,6%), seguido do 1° grau incompleto (34 %), já o nível superior foram considerados baixo com apenas (4, 3%) aos que já concluíram ou estão em andamento. Conclusão: Houve predomínio do gênero masculino, idade entre 40 e 44 anos, procedentes da região metropolitana de Belém. Entre as profissões houve prevalecimento de profissionais autônomos, doméstica, cabeleireiro e estudantes. O HDL-colesterol alterados, os níveis de triglicerídeos acima da normalidade, o sedentarismo e os hábitos alimentares inadequados foram os achados mais frequentes ente as PVHA.
Abstract: Introduction: AIDS that was previously an acute disease was considered a chronic disease, but the increase in survival of these patients exposed them to the degenerative effects of the disease and the consequent emergence of non-infectious HIV-related comorbidities and the toxicity of antiretroviral treatment among these cardiovascular diseases. These increases in cardiovascular events in PLHA are related to a number of factors, including the chronic inflammatory state of this disease, the use of HAART, especially the use of protease inhibitors that are responsible for the potentiation of dyslipidemia in these patients , not to mention metabolic changes and a more "atherogenic" state in this population. Metabolic changes favor the emergence of insulin resistance, which represents an important risk factor for triggering systemic arterial hypertension. This insulin resistance, hypertension, changes in lipid profile and increased waist circumference represent a clinical condition known as the metabolic syndrome, which is an important risk factor for cardiovascular disease. Objective: To describe the main cardiovascular risk factors in PLHA using the Framingham score, to demonstrate the PLHA lipid profile in the ERU-DIPE-PA, to identify the main antiretrovirals used by the PLHA in the ERU-DIPE-PA, to describe the socio-demographic and the PLHA living habits. Methods: A cross-sectional, descriptive-analytical study was carried out in October 2017, with 46 PLHA individuals enrolled and followed up in ERU-DIPE-PA. The present project was approved by the Research Ethics Committee with Human Beings of the Health Sciences Institute of the Federal University of Pará (ICS-UFPA), Opinion No. 112753/2017; CAE: 77367917.5.0000.0018. Results: We evaluated 46 patients enrolled in the ERU-DIPE-PA. The percentage of the male gender (63.1%) was higher than the female (36.9), the age group with the highest frequency was between 40-44 years (26.1%), followed by the following age group 20-34 years (21.7%) and over 50 years (21.7%). There is a predominance of single people with (80.5%), followed by those married (10, 8%). Those with income up to two minimum wages were the ones with the most diagnoses (82.6%), followed by those with income between 3 and 5 minimum wages (14.9%) and those with income above six minimum wages (2.1%). Most of the individuals (50%) come from Belém and the metropolitan region, and individuals from the interior of the state were very expressive (43.4%). There is a higher percentage among the individuals with a high school degree (42.6%), followed by incomplete (34%), and the upper level were considered low with only (4, 3%) completed or are in progress. Conclusion: There was a predominance of males, aged between 40 and 44 years old, coming from the metropolitan area of Belém. Among the professions, there was prevalence of autonomous professionals, domestic, hairdresser and students. The altered HDL-cholesterol, triglyceride levels above normal, sedentary lifestyle and inadequate eating habits were the most frequent findings among PLHA.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Keywords: AIDS
HIV
PVHA
Doenças cardiovasculares
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibsaude@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Medicina - FAMED/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AvaliacaoCardiovascularPessoas.pdf972,14 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons