Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1277
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Hipertensão portal por trombose de veia porta em crianças: eficiência da abordagem cirúrgica
metadata.dc.creator: BAYMA, Lohrane Rosa
OLIVEIRA, Renato Vilhena de
metadata.dc.contributor.advisor1: IASI, Maurício
Issue Date: 2017
Citation: BAYMA, Lohrane Rosa; OLIVEIRA, Renato Vilhena de. Hipertensão portal por trombose de veia porta em crianças: eficiência da abordagem cirúrgica. Orientador: Maurício Iasi. 2017. 65 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina) - Faculdade de Medicina, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1277. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A trombose da veia porta determina diminuição do fluxo nessa localização por obstrução mecânica ou funcional. Pode extender-se para o fígado e ocluir os ramos portais intrahepáticos ou ainda as veias mesentérica superior e/ou esplênica. A trombose da veia porta está relacionada a hipercoagulabilidade, desidratação, infecção da cavidade abdominal ou má formações do sistema porta. A obstrução da veia porta induz a formação de circulação colateral que pode determinar varizes de esôfago e gástricas. A intervenção cirúrgica é uma opção para o tratamento de crianças com trombose da veia, sem doença hepática e que não responderam ao tratamento clínico/endoscópico geralmente aplicado nestes casos, na tentativa de se coibir o sangramento ou a recidiva, associados a grande morbidade e mortalidade. O trabalho objetiva demonstrar a eficiência da intervenção cirúrgica em evitar o sangramento por hipertensão portal. O presente estudo analisa a evolução de crianças submetidas a tratamento cirúrgico, quando houve falha do tratamento clínico/endoscópico prévio, em uma abordagem analítica transversal. A pesquisa foi realizada no Grupo do Fígado e Serviço de cirurgia pediátrica da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (Belém, Pará), considerando-se atendimentos no período de 2007 a 2015 e incluiu dados de 7 pacientes. Observaram-se predominância do sexo feminino, uma idade média de 7,86 anos na ocasião da primeira consulta/manifestação dos primeiros sintomas (hemorragia digestiva), diagnóstico de trombose venosa portal isolada em 5 dos pacientes, associada também a acometimento intra-hepático dos ramos portais. Avaliamos ainda a necessidade de hemoderivados. A cirurgia mais frequente foi o shunt esplenorenal distal. Relatamos a recorrência de hemorragia digestiva em 2 casos e a trombose do shunt também em 2. Conclui-se que apesar da reconhecida superioridade do Rex shunt como técnica para profilaxia primária e secundária de hemorragias digestivas decorrentes de obstrução portal, tal método não foi aplicavél na amostra deste trabalho, possivelmente devido atraso em notificações e, principalmente, devido a restrições anatômicas específicas em cada caso (acometimento intra-hepático dos ramos portais, por exemplo); O tratamento cirúrgico foi eficiente em prevenir novos episódios de hemorragia consequente a hipertensão portal em 71% dos pacientes, em um período de seguimento pós-operatório prolongado.
Abstract: Thrombosis of the portal vein causes a decrease in flow at this location by mechanical or functional obstruction. It can extend to the liver and occlude the intrahepatic portal branches or even superior and/or splenic mesenteric veins. Portal vein thrombosis is related to hypercoagulability, dehydration, infection of the abdominal cavity or malformations of the portal system. The obstruction of the portal vein induces the formation of collateral circulation that can determine esophageal and gastric varices. Surgical intervention is an option for the treatment of children with hepatic vein thrombosis without liver disease and it is not cured by clinical/endoscopic treatment, but it is not an attempt to curb or bleed or relapse, which entails great morbidity and mortality. The objective of this study was to demonstrate the efficiency of the surgical intervention, that is, to avoid bleeding by portal hypertension. The present study analyzes the evolution of children undergoing a surgical treatment, when there was difficulty in clinical/endoscopic treatment, with a transversal analytical approach. The study was conducted at the Pediatric Administration and Surgery Group of the Santa Casa de Misericórdia do Pará (Belém, Pará) from 2007 to 2015 and includes data from 7 patients. A predominance of females was observed, a mean of 7.86 years on the occasion of the first consultation and manifestation of the first symptoms (digestive hemorrhage), diagnosis of portal venous thrombosis isolated in 5 of the patients, also associated with an intrahepatic involvement of the Portal branches. We also evaluated the need for blood products. More frequent surgery for distal splenorenal shunt. We analyzed the recurrence of gastrointestinal bleeding in 2 cases and shunt thrombosis also in 2. It was concluded that despite the recognized superiority of Rex shunt as a technique for primary and secondary profiles of digestive hemorrhages due to portal obstruction, this method was not applied in the Sample of the work, possibly due to delay in notifications and, mainly, due to specific anatomical restrictions in each case (intrahepatic involvement of the portal branches for example); Surgical treatment was effective in preventing new episodes of hemorrhage in 71% of patients, a period of prolonged postoperative follow-up
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CIRURGIA::CIRURGIA GASTROENTEROLOGIA
Keywords: Trombose
Intervenção cirúrgica
Hipertensão portal
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibsaude@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Medicina - FAMED/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_HipertensaoPortalTrombose.pdf1,52 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons