Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1276
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Comparação entre o teste de tolerância à insulina e o teste da clonidina para o diagnóstico de deficiência do hormônio de crescimento idiopática em crianças com baixa estatura
metadata.dc.creator: FARINASSI, Ana Luiza Prieto
FIGUEIREDO JUNIOR, Antônio Bentes de
metadata.dc.contributor.advisor1: FELÍCIO, João Soares
Issue Date: 2017
Citation: FARINASSI, Ana Luiza Prieto; FIGUEIREDO JUNIOR, Antônio Bentes de. Comparação entre o teste de tolerância à insulina e o teste da clonidina para o diagnóstico de deficiência do hormônio de crescimento idiopática em crianças com baixa estatura. Orientador: João Soares Felício. 2017. 70 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina) - Faculdade de Medicina, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1276. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O crescimento longitudinal envolve aspectos genéticos, hormonais, nutricionais e ambientais. Após considerar e excluir outras causas de baixa estatura (BE), a deficiência do hormônio de crescimento (DGH) deve ser investigada. A investigação é realizada pela análise dos dados auxológicos, fazendo-se necessária a estimulação fisiológica da secreção do hormônio de crescimento (GH), através de testes provocativos, como método complementar. No entanto, é necessária melhor compreensão desses testes, bem como a determinação dos pontos de corte mais adequados para o correto diagnóstico de DGH. O objetivo deste trabalho foi estabelecer valores de sensibilidade (SEN), especificidade (ESP) e acurácia (ACU) para diferentes pontos de corte no teste de tolerância à insulina (TTI) e teste da clonidina (TC) para diagnóstico de DGH. Foram avaliados 57 pacientes, com < -2DP de altura para idade e sexo e/ou < -1DP para estatura alvo familiar. O diagnóstico de DGH foi confirmado nos pacientes com BE e ganho de pelo menos 0,3DP da altura pelo índice Z em um ano, ou proporcional em um período mínimo de 6 meses em uso de GH recombinante humano (rhGH). Foram definidos os valores de SEN, ESP e ACU do TC e do TTI realizados antes do tratamento nos pontos de corte 3, 5, 7 e 10 µg/L. Dentre os pacientes avaliados, 25 (43,9%) e 32(56,1%) apresentaram BE com e sem DGH, respectivamente. Os dados mostraram que o TTI se apresentou mais adequado com nível de corte para o diagnóstico de DGH de < 7 µg/L (S: 90%, E: 77%, A: 83%); enquanto que para o TC isto ocorreu com níveis de corte <5µg/L (S:86%, E: 85%, A: 86% ). Os dados sugerem que para o TTI os níveis de corte utilizados para o diagnóstico de DGH devam ser de <7µg/L. Quando o teste de clonidina for utilizado níveis de corte <5µg/L parecem ser mais adequados. O teste da clonidina se mostrou mais sensível que o TTI em todos os pontos de corte.
Abstract: Longitudinal growth involves genetic, hormonal, nutritional and environmental aspects. Despite other causes of short stature (SS), Growth Hormone Deficiency (GHD) must be investigated. The investigation is carried out by the analysis of auxological data, being necessary the physiological stimulation of growth hormone secretion, through provocative tests, as a complementary method. Although, it is necessary a better comprehension of these tests, as well the determination of most appropriate peak cut-off value for correct diagnosis of GHD. The purpose of this project is to compare insulin tolerance test (ITT) and clonidin test (CT), establishing sensibility (SEN), specificity (SPE) and accuracy (ACC) in different cutoffs for GHD’s diagnosis. A study was carried out with 57 children and teenagers, who had <2SD height for age and sex and/or <-1SD for parental height. The diagnosis of GHD was confirmed in those patients with SS and, at least, 0,3SD height increase in a year, or proportional, in a minimum period of six months follow-up with rhGH treatment. SEN, SPE and ACC of ITT and clonidin test were defined for 3, 5, 7 and 10g/L values. Among the patients in the study 25 (43,9%) and 32 (56,1%) were classified as SS with and without GHD, respectively. The cut-off founded for ITT was <7 µg/L (S: 90%, E: 77%, A: 83%) and for CT was <5µg/L (S: 86%, E: 85%, A: 86%). This study concludes that <7µg/L represents the most appropriate cut-off value for ITT in diagnosis of GHD. When clonidin test was applied, < 5µg/L cut-off is more suitable. Clonidine test presented greater sensibility than ITT at all cutoff values.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA
Keywords: Hormônio de crescimento
DGH
Crianças
Teste de estímulo do GH
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibsaude@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Medicina - FAMED/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ComparacaoEntreTeste.pdf2,11 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons