Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1274
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Avaliação da taxa de formação de blastocistos após a injeção intracitoplasmática de espermatozoide em oócitos em metáfase I de mulheres submetidas à fertilização in vitro
metadata.dc.creator: MACIEL, Yasmin Cristina Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: BILIBIO, João Paolo
Issue Date: 2017
Citation: MACIEL, Yasmin Cristina Costa. Avaliação da taxa de formação de blastocistos após a injeção intracitoplasmática de espermatozoide em oócitos em metáfase I de mulheres submetidas à fertilização in vitro. Orientador: João Paolo Bilibio. 2017. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Medicina) - Faculdade de Medicina, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1274. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A fertilização in vitro (FIV) é um procedimento realizado para superar a infertilidade feminina e masculina. Durante a aspiração oocitária pode haver coleta de oócitos maduros, em metáfase II (MII), ou meioticamente imaturos, em metáfase I (MI). Estes, podem, espontaneamente, maturar in vitro para MII em poucas horas. Com o aumento da idade da mulher há uma diminuição da quantidade e qualidade de oócitos coletados. O aumento da taxa de gravidez está relacionado diretamente ao número de blastocistos obtidos no ciclo de FIV. Objetivo: Avaliar a taxa de formação de blastocistos oriundos de oócitos MI. Material e Métodos: Estudo do tipo transversal. Foram selecionadas 164 pacientescom indicação para realizar FIV na Clínica Pronatus, durante o período de janeiro de 2013 a dezembro de 2016. Resultados: No total, 1467 oócitos foram fertilizados por ICSI, dos quais 1153 estavam em estágio MII e 314 em MI. Destes, 201 maturaram in vitro para MII (MIMII) e 113 permaneceram em estágio MI após 3 horas no meio de cultura. A idade média das pacientes foi de 35,6 anos. A taxa de maturação in vitro foi de 64,01%. A taxa de fertilização em oócitos MI foi a menor (31,9%), enquanto que os oócitos MII tiveram a melhor taxa (79,1%). A comparação da taxa de fertilização mostrou que os oócitos MI possuem uma chance 88% menor de formar embrião com 2 pró-nucleos em relação aos oócitos MII (p<0.001). Notou-se que os embriões provenientes de MI têm a maior incidência de multinucleação e possuem um risco 2,63 vezes maior de apresentarem anormalidades de divisão celular em relação aos MII (p=0.008). A taxa de formação de blastocistos foi maior nos embriões oriundos de oócitos MII (36,4%), a taxa nos embriões de MI-MII foi de 11,4% e nos embriões de oócitos MI foi de 0.8%. O risco de oócitos MI não formarem blastocistos é de 99% em relação aos MII (p<0.001). Ao correlacionar a idade com a obtenção de oócitos e com a formação de blastocistos, observou-se que a quantidade de oócitos MII diminui com o aumento da idade (p=0.002) e que há queda na formação de blastocistos oriundos destes oócitos em pacientes acima de 40 anos (p=0.03). Conclusão: A utilização de oócitos MI na FIV deve ser desencorajada, pois possuem baixo potencial de desenvolvimento embrionário e forma embriões de baixa qualidade, com taxa de formação de blastocisto menor que 1%. Entretanto, o uso de MI-MII pode ser estimulado nos ciclos de FIV como alternativa à baixa obtenção de oócitos MII em mulheres com idade avançada.
Abstract: In vitro fertilization (IVF) is a procedure performed to overcome female and male infertility. During oocyte aspiration, it can occur retrieval of mature oocytes, in metaphase II (MII), or meiotically immature, in metaphase I (MI). These can spontaneously mature in vitro for MII within a few hours. As women age, there is a decrease in the quantity and quality of oocytes collected. The increase in pregnancy rate is directly related to the number of blastocysts obtained in the IVF cycle. Objective: To evaluate blastocysts formation rates from MI oocytes. Methods: Cross-sectional study. A total of 164 patients were selected to perform IVF at the Pronatus Clinic from January 2013 to December 2016. Results: In total, 1467 oocytes were fertilized by ICSI, which 1153 were in the MII stage and 314 in the MI. Considering these 314 MI, 201 matured in vitro for MII (MI-MII) and 113 remained in the MI stage after 3 hours in culture. The mean age of the patients was 35.6 years. In vitro maturation rate was 64.01%. Fertilization rate in MI oocytes was the lowest (31.9%), while MII oocytes had the best rate (79.1%). The comparison of fertilization rate showed that MI oocytes have 88% lower chance of forming embryo with 2 pronuclei than MII oocytes (p<0.001). It was noted that embryos from MI stage have the highest incidence of multinucleation and are 2.63 times more risk to have abnormalities of cell division in relation to MII (p=0.008). The blastocyst formation rate was higher in embryos from MII oocytes (36.4%), MI-MII oocytes rate was 11.4% and embryos from MI oocytes was 0.8%. The risk of MI oocytes not forming a blastocyst is 99% in relation to the MII (p<0.001). When correlating age with both oocyte retrieval and blastocyst formation, it was observed that the quantity of MII oocytes decreased with increasing age (p=0.002) and there was a decrease in blastocysts formation from these oocytes in patients over 40 years (p=0.03). Conclusion: The use of MI oocytes in IVF should be discouraged, since they have low potential for embryonic development and form embryos of low quality, with a rate of blastocyst formation of less than 1%. However, the use of in vitro matured MI for MII oocytes can be stimulated in IVF cycles, as an alternative to low obtaining MII oocytes in elderly women.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::GINECOLOGIA E OBSTETRICIA
Keywords: Blastocistos
Fertilização in vitro
Metáfase I
Mulher
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source.uri: Disponível na internet via correio eletrônico: bibsaude@ufpa.br
Appears in Collections:Faculdade de Medicina - FAMED/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AvaliacaoTaxaFormacao.pdf894,64 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons