Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1271
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Contribuição ao entendimento dos processos oceanográficos físicos da Baía do Marajó - PA em final de período seco
metadata.dc.creator: BALTAZAR, Laíssa Régia Sarmento
metadata.dc.contributor.advisor1: MENEZES, Maria Ozilea Bezerra
metadata.dc.contributor.advisor-co1: ROLLNIC, Marcelo
Issue Date: 2010
Citation: BALTAZAR, Laíssa Régia Sarmento. Contribuição ao entendimento dos processos oceanográficos físicos da Baía do Marajó - PA em final de período seco. Orientadora: Maria Ozilea Bezerra Menezes. 2010. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) – Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2010. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1271. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho é parte do Programa Integrado de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (PROINT 2008/2009), da Faculdade de Oceanografia (UFPA). A Ilha de Colares localiza-se no nordeste paraense e é banhada pelo rio Pará. Neste estuário existem poucos estudos oceanográficos-físicos, justificando o presente trabalho, que apresenta como objetivo de caracterizar os processos hidrológicos/hidrodinâmicos do baixo estuário do rio Pará, no período seco. O trabalho de campo foi realizado nos dias 17 e 18/12/09, durante a época de seca do rio Pará, com maré de sizígia de lua nova, como o auxílio de um catamarã, uma sonda Conductivity-Temperature-and-Depth (CTD), um Acoustic Doppler Current Profiler (ADCP) e um anemômetro digital. O clima apresentou-se fora das normais climatológicas, com índices altos de insolação e muito baixos de chuva, podendo ser conseqüências do El Niño; o sistema de correntes do estuário apresentou variações de direção e intensidade vinculadas, sobretudo às oscilações da maré e a morfologia do canal; os vetores de velocidade da corrente evidenciaram um caráter alternativo e axial nas correntes de enchente e vazante. A velocidade média na coluna de água obteve valores máximo de 1,15 m/s e mínimos de 0,04 m/s. A velocidade da corrente da superfície foi mais intensa que no fundo; na superfície a velocidade máxima foi de 1,7 m/s (vazante) e mínima de 0,3 m/s (enchente), e no fundo a velocidade máxima foi de 1,07 m/s (vazante) e mínima de 0,3 m/s (enchente). Os resultados das medidas de vento a 6m da lâmina d’água, indicaram muitas flutuações, com horas de grandes rajadas, chegando a 13 m/s, e outras de calmaria com velocidade próxima de 0 m/s. A maré na Ilha de Colares apresentou amplitude máxima de 3,00m, com amplitude maior 0,36 m comparado com a Ilha de Mosqueiro, e uma antecedência de 47 minutos. Desta forma, pode-se classificar este estuário como hiposíncrono. A temperatura da água no estuário não apresentou variações superiores a 0,8 °C ao longo do tempo, e 0,5 °C ao longo da coluna d’ág ua em um mesmo perfil, com um máximo de 28,9°C e um mínimo de 28,1 °C (amb os em vazante). A salinidade no estuário é fortemente influenciada pela maré, mostrando-se um tanto peculiar, com valores mais elevados e estratificação na coluna d’água nas 9 primeiras horas de vazante. O sistema estuarino assume características do tipo 1 bem misturado.
Abstract: This work is part of the Integrated Program of Support to Teaching, Research and Extension (PROINT 2008/2009), School of Oceanography (UFPA). The island of Colares is located in northeast Pará and bathed by the Pará river estuary this are few and physical oceanographic, justifying the present study, which presented to characterize the hydrodynamic and hydrological processes of the lower estuary of the Para River during dry period . The field work was conducted on 17 and 18/12/09, during the dry season the river Para, with spring tide of new moon, with the help of a catamaran, a sounder Conductivity- Temperature-and-Depth (CTD), an Acoustic Doppler Current Profiler (ADCP), a digital anemometer. Weather presented outside the normal weather, with high levels of sunshine and very low rainfall, may be consequences of El Niño, the system of currents of the estuary showed variations of intensity and direction related mainly to changes in tide and morphology channel, determining the vector of flow velocity in the estuarine system showed an alternative character and axial currents in the ebb and flow. The average speed in the water column obtained values up to 1.15 m/s and minimum of 0.04 m/s. The current speed of the surface was more intense than the background, the surface speed was 1.7 m/s (ebb) and a low of 0.3 m/s (flood), and the background speed was 1.0 m/s (ebb) and a low of 0.3 m/s (flood). The results of the wind to 6m of water depth, showed many fluctuations, with hours of great gusts, reaching 13m/s, and other of calm with speed very close to 0 m/s, and were more intense during the day with 32 °C. The tide on the island of Colares prese nted maximum amplitude of 3 m, 0.36 m higher amplitude compared with the Isle of Mosqueiro, and an advance of 47 minutes. This way, you can sort the estuary of the Para river as hiposíncrono. The water temperature in the estuary didn’t vary more than 0.8°C over time, and 0.5°C throughout the water column in the same profile, with a maximum of 28.9 °C and a minimum of 28.1 °C (both i n ebb). The salinity in the estuary is strongly influenced by the tide, being somewhat peculiar, with higher values and stratification in the water column in the early hours of ebb. The estuarine system assumes the characteristics of type 1 well-mixed.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA::OCEANOGRAFIA FISICA
Keywords: Hidrodinâmica
Estuários
Ilha de Colares - PA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_ContribuicaoEntendimentoProcessos.pdf2,72 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons