Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1265
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Determinação e validação da temperatura da superfície do mar a partir de mediações do sensor AVHRR/22 NOAA-14 na plataforma continental do Amazonas
metadata.dc.creator: ARAÚJO, Thayane Roberta Costa de
metadata.dc.contributor.advisor1: CARMO, Alexandre Melo Casseb do
metadata.dc.contributor.advisor-co1: SOUZA FILHO, Pedro Walfir Martins e
Issue Date: 1-Feb-2010
Citation: ARAÚJO, Thayane Roberta Costa de. Determinação e validação da temperatura da superfície do mar a partir de mediações do sensor AVHRR/22 NOAA-14 na plataforma continental do Amazonas. Orientador: Alexandre Melo Casseb do Carmo. Coorientador: Pedro Walfir Martins e Souza Filho. 2010. 35 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) – Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2010. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1265. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A temperatura da superfície do mar (TSM) é importante para os estudos dos oceanos por poder indicar a situação do tempo meteorológico e clima global. Sabendo-se disso, a TSM tem sido inclusa em modelos numéricos de previsão de tempo, clima e circulação oceânica como dados de entrada para obter um resultado mais fiel à realidade, porém, para que as previsões tenham êxito, esses modelos necessitam que os dados possuam alta precisão. Com isso, o trabalho objetivou validar a TSM extraída através dos algoritmos multicanais MCSST do satélite NOAA-14, obtida pelo sensor AVHRR/2, por meio de medições de TSM in situ coletadas por navio em maio de 1999 pelo Programa REVIZEE na Plataforma Continental do Amazonas. Foram usados 37 pontos sendo comparados com 17 imagens de satélite obtidas com intervalo temporal máximo de ± 12 horas do horário de aquisição daqueles, de resolução de 4km que foram processadas com extração de TSM, georrefenciamento e interpolação obtendo 19 mapas de TSM. Para a análise estatística foram calculados os valores de MBE, MAE e de RMSE, anomalia normalizada percentual e índice de concordância. As diferenças máxima e mínima entre os valores de TSM medidos in situ e estimados por satélite foram 1,4 e 0,01°C, respectivamente. A TSM obtida por navio, em geral, apresentou maior valor que a TSM estimada por satélite. Porém, apesar disto, os dados apresentaram uma boa significância, pois a magnitude de erro foi menor que 6% (em módulo), e os valores de MBE, MAE e RMSE foram pequenos (respectivamente, -0,47, 0,60 e 0,72°C). O índice de concordância foi de 0,51 mostrando que os dados comparados não estavam nem próximos e nem distantes. Assim, a análise estatística mostrou-se divergente, essa correspondência entre os dados pode dever-se principalmente a grande quantidade de nuvens que reside na área e no período da coleta dos dados in situ que reduziu o número de dados observados com os das imagens de satélite e que influenciaram no cálculo da obtenção das TSMs entre outros erros.
Abstract: The temperature of the sea surface (SST) is important for studies of the oceans to be able to indicate the status of the meteorological weather and climate global. Knowing this, the SST has been included in numerical models of prevision weather, climate and ocean circulation as input to obtain a result closer to the real, however, that the predictions are successful, these models require that data have high accuracy. Thus, the study aimed to validate the SST extracted by the algorithms multichannel MCSST satellite NOAA-14, obtained by the sensor AVHRR/2, through measurements of in situ SST collected by ship in May 1999 the Program REVIZEE in the Continental Shelf Amazon. Was used 37 points and compared with 17 satellite images obtained with time interval maximum time range of ± 12 hours from the purchase of those, 4km resolution were processed with extraction of SST, georeferencing and interpolation getting 19 SST maps. Statistical analysis was calculated values of MBE, MAE and RMSE, anomaly standard percentage and rate of agreement. The differences maximum and minimum between values of SST measured in situ and satellite estimates were 1.4 and 0.01 °C, respectively. The SST obtained by ship, in general, presented more value than the SST estimated by satellite. However, despite this, the data showed a good significance because the magnitude of error was less than 6% (in module), and the values of MBE, MAE and RMSE were small (respectively, -0.47, 0.60 and 0.72 °C). The concordance index was 0.51 showing that the data compared were not even close nor distant. Thus, statistical analysis showed divergent, the correspondence between the data may be due mainly to clouds that lie in the area and period of data collection in situ, which reduced the number of observed data with the images of satellite and influenced the calculation of obtaining the SSTs and other errors.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Temperatura da superfície do mar
Sensoriamento remoto
Plataforma Continental
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_DeterminacaoValidacaoTemperatura.pdf3,77 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons