Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1200
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Análise multitemporal da morfologia de fundo da Baía de São Marcos – Setor adjacente ao Porto do Itaqui / MA
metadata.dc.creator: ARAÚJO JUNIOR, Wilton Pires de
metadata.dc.contributor.advisor1: MENDES, Amílcar Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor-co1: BOULHOSA, Messiana Beatriz Malato
Issue Date: 10-Jul-2009
Citation: ARAÚJO JUNIOR, Wilton Pires de. Análise multitemporal da morfologia de fundo da Baía de São Marcos – Setor adjacente ao Porto do Itaqui / MA. Orientador: Amílcar Carvalho Mendes. 2009. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) – Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2009. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1200. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A Baía de São Marcos está localizada no Golfão Maranhense, constitui um sistema estuarino pleistocênico que recebe contribuição hidrosedimentológica dos estuários dos rios Mearim, Pindaré e Grajaú, sendo fortemente influenciada por macromarés semidiurnas. O objetivo principal deste estudo foi realizar a análise multitemporal (25 anos – 1977 a 2002) da batimetria e morfologia de fundo deste corpo hídrico, no setor adjacente ao Porto do Itaqui, através da quantificação e estimativa das taxas de crescimento/deslocamento, identificação de setores de deposição (assoreamento) e erosão e caracterização das formas de fundo. A metodologia consistiu na aquisição e georeferenciamento das cartas batimétricas n° 410 editadas pela Diretoria Hidrografia e Navegação (DHN), bem como a digitalização das isóbatas e cotas batimétricas. Posteriormente foram elaborados mapas de contorno batimétrico (escala de 1:135.000), com espaçamento de 5 metros entre as curvas de nível, que possibilitaram, juntamente com os perfis batimétricos transversais, a análise multitemporal quantitativa das dimensões das formas de fundo. Os resultados das análises multitemporais da dinâmica batimétrica, evidenciaram mudanças tanto de ordem morfológica quanto das profundidades na área estudada, denotando a alta dinâmica em função da ação das macromarés e de correntes reversas atuantes na área. Foram identificadas 10 feições morfológicas de fundo: o Canal Principal e os bancos Itacolomi, das Almas, do Meio, Complexo do Coral, Darlan, da Cerca, dos Cavalos, dos Lanzudos e Banco A. Os bancos arenosos identificados encontram-se inseridos na classificação de Perillo (1995) como barras alongadas de maré, com disposição longitudinal ao fluxo das correntes de maré reversa, sendo que os bancos do Meio e da Cerca, podem ainda ser classificados como barras lineares marginais aos canais. Os bancos mantiveram orientação longitudinal e deslocamento e/ou crescimento no sentido NE, em taxas de deslocamento que variam de 2,9 a 8,2 m/ano, evidenciando a ação mais pronunciada das correntes de vazante no processo de retrabalhamento das feições de fundo. Contudo, o Banco Darlan e a porção inferior do eixo longitudinal do Banco Coral do Sul, apresentaram movimentação para SW, fato que pode estar associados aos fenômenos de ressonância e amplificação de maré ocorrentes na região. O fato da Baía de São Marcos estar localizada no setor frontal ou superior do estuário do rio Mearim, faz com que este corpo hídrico apresente uma tendência natural de assoreamento, constatada no presente estudo.
Abstract: São Marcos Bay is located in “Golfão Maranhense” and it is a pleistocene estuarine system, that receive hidrosedimentological contribution from Mearim, Pindaré and Grajaú rivers, being strongly influenced by semi-diurnal macrotides. The main objective of this study was to perform a multitemporal analysis (25 years - from 1977 to 2002) of the bathymetry and bottom morphology of this water body in the sector adjacent to Itaqui Port through quantification and estimation of rates of growth / displacement, identification of areas of deposition and erosion and characterization of bedforms. The methodology consisted in the acquisition and georeferencing of bathymetric maps No. 410, issued by the Management Hydrography and Navigation of Navy of Brazil and the digitization of bathymetric isobath and quotas. Bathimetric maps were developed from bathymetric contour (scale 1:135.000), with spacing of 5 meters from the level curves, which allowed, with the bathymetric cross sections, the analysis of multitemporal quantitative dimensions of the bedforms. The results of multitemporal analysis of the bathymetric dynamics showed morphological changes both of order as the depth in the study area, showing the high dynamics in terms of action of macrotides and reverse flows active in the area. Ten morphological features were identified: Main Channel and Itacolomi, Almas, Meio, Complexo do Coral, Darlan, Cerca, Cavalos, Lanzudos and A banks. The sandy banks identified are included in the Perillo´s classification (1995) as elongated bars of tide, with provision for longitudinal flow of tidal currents in reverse, and Bank do Meio and da Cerca may still be classified as marginal linear bar the channels. The banks had orientation and longitudinal displacement and / or growth towards NE, in displacement rates ranging from 2.9 to 8.2 m / year, showing a more pronounced action of the ebb currents in the process of reworking the basic features. However, the Darlan Bank and the lower portion of the longitudinal axis of the Coral do Sul bank, presented movement to SW, which may be associated with the phenomena of resonance and amplification of tide occurring in the region. The fact of the São Marcos Bay is located in the frontal area of the estuary of the Mearim river, means that this bay has a natural tendency to sandy fill, attested in this study.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA
Keywords: Batimetria
Morfologia
Estuários
Baía de São Marcos - MA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_AnaliseMultitemporalMorfologia.pdf6,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons