Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1102
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Variabilidade costeira em praias de uma ilha flúvio-estuarina amazônica
metadata.dc.creator: PEIXOTO, Herbert Junior Campos
metadata.dc.contributor.advisor1: MONTEIRO, Sury de Moura
Issue Date: 14-Dec-2018
Citation: PEIXOTO, Herbert Junior Campos. Variabilidade costeira em praias de uma ilha flúvio-estuarina amazônica. Orientadora: Sury de Moura Monteiro. 2018. 31 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Oceanografia) - Faculdade de Oceanografia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1102. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A Zona Costeira Amazônica abriga diversos ambientes que possuem relação direta com as intensas forçantes de origem natural. Algumas destas forçantes, como a precipitação e o regime de ventos, são controladas pela sazonalidade climática típica da região, que influencia diretamente nas características naturais dos ambientes, como o balanço sedimentar, provocando erosão e deposição, por exemplo. Entre estes ambientes se inclui a ilha flúvio-estuarina de Cotijuba, caracterizada por suas praias fluviais, banhadas pelo estuário do rio Pará, que movimentam o turismo local. Assim como os outros ambientes da zona costeira, a ilha de Cotijuba está sujeita variações morfológicas associadas a sazonalidade climática da região. Assim, o objetivo deste trabalho foi investigar as alterações morfológicas costeiras na ilha de Cotijuba em diferentes escalas temporais e sua relação com sazonalidade. Utilizou-se a metodologia de polígonos a partir de imagens de satélite para identificar as variações costeiras de longo período. Para verificar as variações morfológicas das praias, em curto período, utilizou-se a metodologia de perfis topográficos. O estudo revelou que a linha de costa possui forte relação com as condições climáticas de longo e curto período. A linha de costa da ilha apresenta diferentes respostas ambientais quando submetida, em longo período, aos eventos ENSO, demonstrando tendência de avanço durante o fenômeno El Niño, com valor máximo de 28308,89 m² e mínimo de 1060,30 m², e recuo durante La Niña, com valor máximo de -9657,42 m² e mínimo de -1828,15m². Em curto período as praias que compõe a linha de costa exibem tendência erosiva no período chuvoso e deposicional no seco, estando em conformidade com as outras praias da região que apresentam a mesma tendência cíclica. Apesar da influência da sazonalidade ser evidente nas variações costeiras, esta não é a única responsável pelas mudanças. Há, também, a influência da característica fisiográfica das praias, como a morfologia, a presença de canais perenes e temporários, a presença de afloramentos rochosos, entre outros. A associação destes fatores rege a dinâmica costeira cíclica da ilha de Cotijuba.
Abstract: The Amazon Coastal Zone is home to several environments that have a direct relationship with the intense forcing of natural origin. Some of these forcings, such as precipitation and wind regime, are controlled by the climatic seasonality typical of the region, which directly influences the natural characteristics of the environments, such as the sedimentary balance, causing erosion and deposition, for example. These include the fluvial-estuarine island of Cotijuba, characterized by its fluvial beaches, bathed by the estuary of the Pará River, which move local tourism. Like the other environments of the coastal zone, the island of Cotijuba is subject to morphological variations associated with the climatic seasonality of the region. Thus, the objective of this work was to investigate the coastal morphological alterations in the island of Cotijuba at different temporal scales and their relationship with seasonality. The polygon methodology was used from satellite images to identify the long-term coastal variations. In order to verify the morphological variations of the beaches, in a short period, the methodology of topographic profiles was used. The study revealed that the coastline has a strong relationship with long and short period climatic conditions. The island's coastline presents different environmental responses when submitted to ENSO events over a long period, showing a trend of advancement during the El Niño phenomenon, with a maximum value of 28308.89 m² and a minimum of 1060.30 m², and retreat during La Niña, with a maximum value of -9657,42 m² and a minimum of -1828,15m². In a short period, the beaches that make up the coastline show an erosive tendency during the rainy and depositional period in the dry season, being in accordance with the other beaches of the region that present the same cyclical tendency. Although the influence of seasonality is evident in coastal variations, it is not the only one responsible for the changes. There is also the influence of the physiographic characteristic of the beaches, such as morphology, the presence of perennial and temporary channels, the presence of rocky outcrops, among others. The association of these factors governs the cyclical coastal dynamics of the island of Cotijuba.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::OCEANOGRAFIA::OCEANOGRAFIA GEOLOGICA
Keywords: Erosão de praias
Hidrodinâmica
Sazonalidade
Zona costeira amazônica
Ilha de Cotijuba - PA
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Oceanografia - FAOC/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_VariabilidadeCosteiraPraias.pdf1,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.