Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1100
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Geologia, petrografia e reconstrução paleoambiental dos calcários recifais da Formação Tambaba, Eoceno da bacia da Paraíba, Brasil
metadata.dc.creator: PRATA, Jaime Joaquim Dias
metadata.dc.contributor.advisor1: TÁVORA, Vladimir de Araújo
Issue Date: 2017
Citation: PRATA, Jaime Joaquim Dias. Geologia, petrografia e reconstrução paleoambiental dos calcários recifais da Formação Tambaba, Eoceno da Bacia da Paraíba, Brasil. Orientador: Vladimir de Araújo Távora. 2017. 76 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Geologia) - Faculdade de Geologia, Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2017. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1100. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho trata da caracterização geológica, petrográfica e paleoambiental dos calcários recifais do Eoceno da Formação Tambaba, que afloram ao longo da faixa costeira do município de Conde, a sul da cidade de João Pessoa, Estado da Paraíba, sob a forma de quatro bioconstruções alongadas e paralelas à linha de costa, denominadas Jacumã-Carapibús, Tabatinga, Coqueirinhos e Tambaba. A partir da classificação litológica macroscópica, padrões geométricos e relações estratigráficas, foram definidos três estágios de acreção recifal, colonização (litofácies bafflestone), diversificação (litofácies framestone) e domínio (litofácies bindstone), que associados às superfícies de superposição recifal (litofácies boundstone estratificado) compunham o núcleo do recife, enquanto que a litofácies rudstone corresponde aos flancos recifais. O conteúdo biótico macroscópico identificado nestas bioconstruções apresenta baixa qualidade preservacional possivelmente devido à ação de processos diagenéticos (dolomitização e dissolução) e intempéricos, cuja composição taxonômica inclui quatro espécies de corais escleractíneos, duas de biválvios, uma de gastrópode, uma de alga rodófita e uma icnoespécie. O exame petrográfico revelou nove microfácies, nomeadas com base em seus aspectos texturais e composicionais, dolomudstone fossilífero nas camadas correspondentes ao núcleo recifal do estágio colonização, dolowackestone fossilífero, dolopackstone fossilífero, doloframestone e dolobindstone peloidal no núcleo recifal do estágio diversificação, dolomudstone com terrígenos referente às superfícies de superposição recifal, dolorudstone e dolofloatstone com intraclastos nos depósitos de flancos recifais, e por fim dolowackestone peloidal fossilífero no núcleo recifal do estágio domínio. O conteúdo biótico microscópico é representado principalmente por fragmentos de quatro táxons de algas calcárias rodófitas, um táxon de alga clorófita e outros morfotipos indeterminados, além de poríferos, corais, biválvios, gastrópodes e equinóides subordinados, bem como traços fósseis dos tipos pelotas fecais, estruturas de bioturbação e evidências de atividades de fungos e bactérias. A formação das rochas recifais da Formação Tambaba ocorreu em plataforma muito rasa sob condições de baixo influxo de terrígenos durante um pulso transgressivo, no qual a deposição dos espessos níveis de calcários do núcleo recifal e dos níveis delgados de hardgrounds equivalentes às superfícies de superposição recifal podem ser equivalentes, respectivamente, a períodos de subsidência e soerguimento do teto de um sistema de hemigráben, cuja instalação dos recifes se deu em uma margem topograficamente mais alta em uma rampa carbonática.
Abstract: This work deals with the geological, petrographic and paleoenvironmental research of carbonate reefs deposits found on Tambaba Formation (Eocene), that occur in a restrict region on the south portion of Paraíba basin along Conde city, Paraíba state, and in elongated bioconstructions which are parallel to the coastal zone, called Jacumã-Carapibús, Tabatinga, Coqueirinhos and Tambaba. Based on macroscopic lithological aspects and geometric and stratigraphic patterns three stages of reef accretion were recognized: colonization (bafflestone lithofacies), diversification (framestone lithofacies) and domination (bindstone lithofacies) associated to the reef superimposed surfaces (stratified boundstone lithofacies) correspond to reef core, while the rudstone lithofacies corresponds to fore reef. The biotic macroscopic content is poorly preserved, possibly due to the diagenetic processes (dolomitization and dissolution) and weathering, including four scleractinian corals, two bivalves, one gastropod, one rhodophyta algae, and an ichnospecie. The petrographic study defined the microfacies fossiliferous dolomudstone on the layers related to the reef core- colonization stage, fossiliferous dolowackestone, fossiliferous dolopackstone, doloframestone and peloidal dolobindstone on the reef core- diversification stage, terrigenous dolomudstone corresponding to reef superimposed surfaces, dolorudstone and dolofloatstone with intraclasts on fore reef deposits, and peloidal fossiliferous dolowackestone on the reef core of domination stage. The allochemical elements are represented by fragments of Rhodophyta and Chlorophyta calcareous algae, porifera, corals, bivalves, gastropods, echinoids and trace fossils. The genesis of this reef system is related to a very shallow platform during a transgressive pulse where the deposition of calcareous levels from the reef core and hardground levels (reef superimposed surfaces) are related to subsidence and uplifting of the hanging wall of a half-graben system.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::PETROLOGIA
Keywords: Calcário
Geologia estratigráfica
Eoceno
Formações - Geologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Faculdade de Geologia - FAGEO/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_GeologiaPetrografiaReconstrucao.pdf9,58 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.