Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1063
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: A interface prosódia / pragmática nas expressões faciais das emoções dos surdos
metadata.dc.creator: CARDOSO, Edinalva Cardoso e
metadata.dc.contributor.advisor1: CARVALHO, Francisca Maria
Issue Date: 29-Jun-2018
Citation: CARDOSO, Edinalva Cardoso e. A interface prosódia/pragmática nas expressões faciais das emoções dos surdos. Orientador: Francisca Maria Carvalho. 2018. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Letras – Língua Portuguesa) – Faculdade de Ciências da Linguagem, Campus Universitário de Abaetetuba, Universidade Federal do Pará, Abaetetuba, 2018. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1063. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Tivemos como objetivo principal compreender as expressões faciais das emoções básicas dos surdos, ponderando a interface prosódia/pragmática. Particularmente, identificamos a prosódia visual das seis (6) emoções básicas (alegria, medo, nojo, espanto, raiva e tristeza). Além disso, verificamos o aspecto prosódico da expressividade da emoção na Língua Brasileira de Sinais (Libras). Pressupomos que os indivíduos surdos encontrariam barreiras para expressarem as emoções básicas, devido estarem imersos em ambiente ouvinte. Tomamos como base a prosódia das expressões faciais das emoções nos contextos comunicativos tratados por Correia (2014); Queiroz (2011); Bodolay (2009) e a Teoria dos Atos de Fala de Austin e Searle (1981). Participaram deste estudo 03 (três) surdos bilíngues em Libras/Português, estudantes do ensino médio, matriculados na rede pública de ensino do município de Abaetetuba/PA, com idade entre 18 a 24 anos. Durante quatro semanas, os participantes produziram em Libras 4 tarefas na seguinte ordem: a) produção textual em Libras de fábulas; b) produção em português e exposição em Libras de frases espontâneas; c) leitura e apresentação em Libras dos contos “Se um gato for” (Cipis, 2009); “Com certeza muitas dúvidas” (Silva et al, 2004); “O menino monossilábico” (Goltcher, 2006); d) produção em português e exposição em Libras de carta. Com objetivo de que verificássemos a realização das expressões prosódicas faciais (raiva, alegria, tristeza, medo, nojo e surpresa). Gravamos e descrevemos as expressões prosódicas faciais dos participantes surdos produzidas durante as tarefas mencionadas acima, para isso utilizamos o sistema FACS (Facial Affect Coding System), desenvolvido por Ekman, Friesen, e José C. Hager em 2002. Os surdos realizaram cinco (5) expressões faciais básicas da emoção: alegria, tristeza, raiva, medo e espanto, numa proporção de R- 5, T-2 e M- 2, de acordo com os contextos de interação, em que na exposição das tarefas haviam situações emocionais condizentes às expressões prosódicas. Adicionalmente, não produziram a prosódia da expressividade da emoção nojo. Notamos que a junção do contexto (pragmática) e prosódia (expressões faciais) são essenciais para o bom desenvolvimento dos enunciados comunicativos e que contribuem para compreender fenômenos linguísticos nas Línguas de sinais, no caso em Libras.
Abstract: We had as main objective to understand the facial expressions of basic emotions of the deaf, pondering the interface prosody/pragmatic. Particularly, we identified the visual prosody of six (6) basic emotions (happiness, fear, disgust, surprise, anger and sadness). In addition, we observed the prosodic aspect of expressiveness of emotion in Brazilian Sign Language (Libras). We assume that deaf individuals would find barriers to expressing basic emotions because they are immersed in listening environment. We take as a basis the prosody of the facial expressions of the emotions in the communicative contexts treated by Correia (2014); Page 2 Bodolay (2009) and Theory of the Acts of Speech of Austin and Searle (1981). Three (3) bilingual deaf people in Libras / Português, high school students, enrolled in the public school system of the city of Abaetetuba / PA, aged between 18 and 24, participated in this study. For four weeks, the participants produced in Pounds 4 tasks in the following order: a) textual production in Pounds of fables; b) production in Portuguese and exposition in Pounds of spontaneous phrases; c) reading and presentation in Pounds of the short stories "If a cat is" (Cipis, 2009); "Certainly many doubts" (Silva et al, 2004); "The monosyllabic boy" (Goltcher, 2006); d) production in Portuguese and exposition in Pounds Sterling. In order to verify the realization of facial expressions prosodic (anger, joy, sadness, fear, disgust and surprise). We used the FACS (Facial Affect Coding System) developed by Ekman, Friesen, and José C. Hager in 2002. The deaf held five (5) basic facial expressions of emotion: joy, sadness, anger, fear and amazement, at a ratio of R- 5, T-2 and M- 2, in accordance with the contexts of interaction, in which the explanatory of the tasks had emotional situations commensurate to prosodic expressions. In addition, have not yielded the prosody of the expressiveness of the emotion disgust. We noticed that the junction of the context (pragmatic) and prosody (facial expressions) are essential for the proper development of communicative and which contribute to understand linguistic phenomena in the language of signs, in the case in Libras.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA
Keywords: Prosódia e Pragmática
Prosódia da expressividade facial da emoção
Surdez
Língua brasileira de sinais
Prosody and pragmatics
Prosody of facial expression of emotion
Deafness
Brazilian Sign Language
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Curso de Língua Portuguesa - CABAE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_InterfaceProsodiaPragmatica.pdf761,27 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons