Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdm.ufpa.br:8443/jspui/handle/prefix/1043
Compartilhar:
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso - Graduação
Title: Um estudo da afetividade em ambientes de aprendizagem
metadata.dc.creator: ROCHA, Karen Ramos da
metadata.dc.contributor.advisor1: PIRES, Yomara Pinheiro
Issue Date: 2-Aug-2018
Citation: ROCHA, Karen Ramos da. Um estudo da afetividade em ambientes de aprendizagem. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Sistemas de Informação) -- Campus Universitário de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Castanhal, 2018. Disponível em: http://bdm.ufpa.br/jspui/handle/prefix/1043. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Este estudo teve como objetivo analisar o reconhecimento de emoções em dois ambientes virtuais de aprendizagem, bem como correlatos destes através do uso do modelo OCC (Ortony,Clore e Collins) em quatro estados emocionais (alegria, frustração, raiva e tristeza). A fim de utilizar seus resultados como padrão e espelhamento para o desenvolvimento de outros ambientes de aprendizagem virtuais do Laboratório de Desenvolvimento (LADES) da Universidade Federal do Pará - Campus de Castanhal. Para análise da afetividade nas interações do aluno com a aplicação Quíz, foi utilizado o método de natureza qualitativa, a disponibilização de questionário aos alunos para a coleta de dados e o método de observação comportamental oriundos da interação de sete estudantes do ensino fundamental com o ambiente de aprendizagem virtual. Já para análise da afetividade entre professorMediador-aluno na ferramenta chat no ambiente virtual de aprendizagem, Moodle, utilizou-se a identificação da existência do atributo afetivo sociabilidade e subcategorias verbais (incentivo, interesse, elogio, cooperação e instrução). A pesquisa aponta que a motivação positiva dos alunos em um AVA, influência diretamente em seu desempenho na aprendizagem. Sendo assim, através das metodologias utilizadas na interação aluno x AplicaçãoQuíz, constatou-se que 57% dos alunos sentiram-se feliz ao utilizar a aplicação, além do sentimento positivo (alegria), alegaram que o aplicativo os ajudou a compreender e fixar todo o conteúdo. Os resultados obtidos revelaram a existência do estado afetivo, tanto no ambiente virtual de aprendizagem Moodle como na aplicação, Quíz. Tendo em vista o que foi exposto considerou-se que é preciso ampliar os caminhos incluindo apoio motivacional de agentes inteligentes e estratégias como efeitos auditivos (aplausos, fogos de artifícios) e visuais (confetes, balões emergindo sob tela) no aplicativo Quiz e a utilização de plugins inteligentes e recursos de gamificação como notificações interativas para um melhor resultado na participação e aprendizagem do aluno.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS
Keywords: Inteligência artificial
Inteligência artificial - Aplicações educacionais
Afetividade
Aprendizagem
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Faculdade de Sistemas de Informação - CCAST

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TCC_EstudoAfetividadeAmbientes.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons